Conecte-se conosco

Eleições

Conheça as declarações de bens dos candidatos à prefeitura de Nova Serrana

Avatar

Publicados

em

Maior patrimônio é de Lázaro Camilo, com R$ 755 mil, enquanto Euzébio Lago teve o maior crescimento patrimonial

A declaração de bens é um dos requisitos exigidos pela justiça eleitoral para o requerimento de registro da candidatura e entre os quatro candidatos à prefeitura de Nova Serrana, quem declarou o maior patrimônio à Justiça Eleitoral é Lázaro Camilo (PSL), com R$ 755 mil em bens. A maior parte vem de imóveis e terreno rural.

Em seguida, está Heleno Batista (PDT) com patrimônio que totaliza pouco mais de R$ 575 mil, predominando o valor de R$180 mil adiantado para fins de futuro aumento de capital da pessoa jurídica Leveflex Calçados Ltda.

O maior crescimento patrimonial foi o de Euzebio Lago (MDB), em relação a 2016, quando concorreu às eleições municipais daquele ano e declarou não possuir nenhum bem.

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE NOVA SERRANA AQUI NO JORNAL O POPULAR

Porem os dados públicos divulgados pelo TSE neste ano apontaram que o atual prefeito declarou exatos R$193.604,99.

O menor valor declarado é do candidato Pefinho (PT), de pouco mais de R$ 121 mil, sendo seu maior patrimônio, uma casa avaliada em R$100 mil e uma poupança no valor de R$ 21 mil.

As informações são do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que disponibiliza a declaração de bens daqueles que vão concorrer às eleições. A declaração de patrimônio é um requisito obrigatório para o requerimento de registro da candidatura.

Justiça eleitoral não avalia valores

Segundo a justiça eleitoral, as declarações são uma radiografia do patrimônio dos candidatos no momento da eleição e não têm relação com o que é declarado à Receita Federal no imposto de renda, por exemplo. A Justiça Eleitoral não julga nem aprova os valores declarados, mas se baseia neles em uma eventual investigação de abuso de poder econômico.

A doação para campanha tem que ser compatível com o patrimônio do doador. No caso de candidato a prefeito aqui em Nova Serrana, pode ser até 10% dos recursos próprios.

Os quatro candidatos que disputam o poder executivo de Nova Serrana declararam à Justiça Eleitoral o valor de bens, que totaliza R$ 1.536.967,07.

Confira abaixo o que foi declarado:

Lázaro Camilo

O candidato pelo PSL Lázaro Camilo apresentou a maior declaração de bens entre os quatro que buscam a eleição para o executivo municipal. Segundo informado pelo TSE, Lázaro declarou R$ 755 mil.

Em sua declaração de bens Lazaro informou a justiça eleitoral que tem cinco imóveis, sendo dois lotes R$ 130 mil, um terreno rural avaliado em R$ 300 mil, um apartamento de R$ 130 mil e uma casa com valor estimado em R$ 180 mil.

Lazaro também declarou um automóvel Fiat Uno ano 90, com valor determinado em R$ 5 mil, e por fim foi declarado R$ 20 mil em espécie.

Heleno de Freitas

Heleno de Freitas (PDT) tem a segunda maior declaração de bens entre os candidatos ao executivo municipal. De acordo com o TSE, ao todo acumula pouco mais de R$ 575 mil.

Segundo declarado, Heleno tem uma casa na  Rua Filadélfia, 22 – Centro N.S, avaliada em R$130.000,00. Em Conta Corrente CC768-4 perante o Banco Bradesco S/A AG 2455 Nova Serrana, tem o valor de R$879,58.

O candidato também tem quota 25% do imóvel da Rua Prudente de Moraes, 59 N.S, avaliado em R$11.189,17. Quota 10% do capital social da empresa PH Empreendimentos LTDA 71.158.356/0001-04, correspondente a 4.000 cotas do capital que somam R$40 mil.

Valor de R$180.000,00 adiantado para fins de futuro aumento de capital da pessoa jurídica Leveflex Calçados Ltda CNPJ 17.611.666/0001-89, Quota 40% do capital social da empresa Leveflex Calçados Ltda que anteriormente se denominava Kátya Calçados Ltda de R$200 mil.

Por fim a declaração ainda informa que o candidato tem um fundo de investimento FMP-FGTS, N 6813 perante a Caixa Econômica Federal de R$14.177,36.

Ao todo Heleno declarou ao TSE R$576.246,11.

Euzebio Lago

O candidato a reeleição Euzebio Lago (MDB), apresentou em sua declaração, quase R$ 200 mil em Bens, sendo a sua declaração a segunda menor entre os candidatos do pleito deste ano.

Os dados públicos divulgados pelo TSE apontaram que o atual prefeito declarou exatos R$193.604,99.

Segundo declarado Euzebio tem atualmente R$ 14.187,66 em quotas ou quinhões de capital na empresa Lagos Indústria e Comércio de Calçados Ltda e na Cooperativa de Credito SICOOB Agência 4117.

O atual prefeito declarou ter R$ 72 mil em espécie e ainda, uma casa em financiamento no bairro Santa Cruz, avaliada em R$107.310,32.

Cabe ressaltar ainda que por ser candidato a reeleição, nossa reportagem buscou no Divulgacand a lista de bens do prefeito nas eleições de 2012 e 2016, as quais Euzebio disputou para o cargo de prefeito.

Nas duas eleições não há registros de bens declarados por parte do atual prefeito do município, sendo a declaração deste ano a primeira feita por Euzebio na disputa ao cargo executivo.

Pefinho

Entre os candidatos, Pefinho (PT) é o que apresentou a menor declaração de bens para a justiça eleitoral.

Conforme divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Pefinho tem uma poupança no Banco do Brasil onde acumula um saldo de R$21.101,79, uma Conta corrente no Banco do Brasil com saldo de R$34,27 e uma casa situada na rua Durvalino José Ferreira, nº 450, bairro São Marcos, avaliada em R$ 100 mil.

Sendo assim Pefinho acumula segundo os bens declarados um total de R$ 121.136,06 em bens.

Mais lidas