Conecte-se conosco

Cemig

Clientes com contas da Cemig atrasadas poderão parcelar seus débitos em até 12 vezes sem juros

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Condições especiais vão até o dia 30 de setembro e são válidas somente por meio dos canais digitais da Cemig. Quem não quitar débitos, pode ter energia suspensa

Em tempos de pandemia, muitas pessoas têm visto um aumento nas despesas de casa como contas de água e luz, e, ao mesmo tempo, uma diminuição na renda familiar. Assim, a inadimplência é um dos resultados desse impacto econômico da pandemia nas famílias. Neste sentido, a Cemig está lançando uma campanha de negociação onde os clientes poderão parcelar suas dívidas em até 12 vezes sem juros.
As condições são válidas somente por meio dos canais digitais de atendimento da concessionária. Basta que os interessados atualizem seu cadastro com dados de e-mail e telefone junto à Cemig e façam a adesão ao recebimento da fatura por e-mail ao acessarem o serviço de parcelamento. As condições especiais vão até o dia 30 de setembro de 2020.
“Trata-se de uma oportunidade única para os clientes colocarem suas contas em dia. Por meio dos canais digitais da Cemig, é possível parcelar faturas em atraso sem a necessidade de sair de casa, evitando aglomerações”, afirma Wellington Cancian, gerente de Arrecadação e Adimplência da Cemig.
O gerente da empresa, ressalta que consumidores que estiverem em débito e não procurarem a Cemig para regularizar a situação poderão ter o fornecimento do serviço interrompido. “No final de julho, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou a revisão da Resolução Normativa nº 878/2020, permitindo a retomada de diversas atividades pelas distribuidoras, dentre elas a suspensão de fornecimento de energia por inadimplemento”.
* Fonte: Estado de Minas
Leia mais...
Propaganda

Mais lidas