Conecte-se conosco

Saúde

China tem primeiro caso no mundo de gripe aviária H10N3 em humano

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Autoridades sanitárias da China reportam nesta terça-feira, 1º de junho, o primeiro caso humano de infecção com o vírus H10N3 da gripe aviária. A doença foi detectada em um homem de 41 anos na província de Jiangsu, no leste do país. Ele foi hospitalizado em 28 de abril após apresentar febre e outros sintomas.


Segundo a Comissão Nacional de Saúde (NHC), o paciente tem quadro estável e deve receber alta do hospital em breve.

Até então, nunca houve contágio humano deste vírus especificamente. De acordo com a autoridade sanitária chinesa, trata-se de uma transmissão “acidental” e o risco desse patógeno se espalhar em grande escala é muito baixo.

Essa variante não é muito comum. Em 40 anos, houve cerca de 160 casos do vírus relatados, principalmente em aves selvagens ou aquáticas.

Os cientistas agora vão estudar se essa cepa descoberta no homem se assemelha a vírus mais antigos ou se é uma nova mistura de vírus diferentes.

Vírus deixam mundo em alerta

Muitas cepas diferentes de gripe aviária estão presentes na China. Recentemente, dois cientistas chineses que descobriram o novo coronavírus em 2019 alertaram para a possibilidade de o mundo ter que enfrentar uma nova pandemia, dessa vez, de H5N8, outra variação da gripe aviária.

Essas mutações, segundo os cientistas, podem ser desastrosas e sua propagação mundial é um problema de saúde pública.

Fonte: Catraca Livre

Foto: Bariskaradeniz/Istock

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas