Conecte-se conosco

Policial

Casal de idosos é atacado por cães da raça rottweiler, homem morre e esposa fica ferida

Avatar

Publicados

em

No último domingo, da 08 e novembro, casal de idosos foram vítimas de um ataque de cães da raça rottweiler. O fato ocorreu na comunidade de Cacoco do Meio, zona rural de Divinópolis e uma das vítimas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Segundo informado as vítimas, sendo um homem com idade de 79 anos e sua esposa com idade de 70 anos, trabalhavam como caseiros do sítio onde houve o ataque. Os animais pertencem aos donos do sítio e eram criados pelas vítimas.

Conforme após o ataque o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionado mas o atendimento foi cancelado uma vez que as vítimas foram socorridas e levadas por terceiros até o Hospital Santa Mônica.

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE DIVINÓPOLIS AQUI NO JORNAL O POPULAR

O homem, não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do Hospital. Segundo a polícia, o óbito foi atestado pelo médico de plantão.

A segunda vítima segue internada, ela apresenta graves ferimentos nos membro superiores. O estado de saúde da vítima não foi repassado a imprensa.

O ataque

De acordo com informações divulgadas pelo G1, o ataque ocorreu no momento em que os idosos foram ao canil para alimentar os dois cães, como faziam diariamente.

No momento em que as vítimas foram atacadas pelos cães, tanto os proprietários do sítio como terceiros estavam presentes no local.

As vítimas foram atacadas por dois cães. A proprietária do sítio, identificada com idade de  40 anos, deixava a propriedade, quando viu o idoso caído na porta do canil e a esposa dele sendo atacada pelos cães.

No intuito de ajudar, a proprietária do local atropelou um dos cães, que morreu. O outro animal foi contido e preso no canil.

O idoso apresentava perfurações no pescoço e teve o músculo do braço direito e a panturrilha arrancados.

Já a mulher, teve o braço dilacerado e estava com outros ferimentos pelo corpo.

Após o ocorrido, a perícia da Polícia Civil esteve no local. Foi verificado uma grande mancha de sangue em frente ao canil, pedaço de vassoura, pedaço de pau.

Ainda conforme informado, os proprietários do sítio foram até a delegacia e prestaram esclarecimentos. Um deles, um homem de 45 anos, disse que o casal trabalha na chácara há mais de seis anos, e que eles haviam adquirido os animais ainda filhotes, inclusive foi relatado que os cães foram criados no sítio pelo casal e por ele.

O proprietário do local ainda disse à PM que o casal era quem lidava com os animais todos os dias, pois moravam na propriedade. Inclusive, o homem disse que os animais eram soltos durante a noite para fins de segurança e recolhidos pela manhã.

Fonte: com informações G1

Foto: Imagem Ilustrativa Web

Mais lidas