Conecte-se conosco

Calçados

Caged aponta mês de julho com saldo positivo de empregos em Nova Serrana

Avatar

Publicados

em

O Setor Calçadista de Nova Serrana começa a apresentar sinais de recuperação após cinco meses de instabilidade devido ao Coronvírus.

Conforme apontado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Governo Federal (Caged), em Julho o município obteve novamente resultados positivos quanto a contratação de profissionais, o que mostra o crescimento e reativação da industria calçadista de Nova Serrana.

Segundo os dados do Caged, em julho, o município teve um saldo positivo de  276 vagas, endo registradas 1.067 contrações e 791 demissões.

Os resultados de Nova Serrana impactaram diretamente no desenvolvimento da industria calçadista que registrou 816 contratações e 508 desligamentos.

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE NOVA SERRANA AQUI NO JORNAL O POPULAR

Apesar do crescimento no numero de contratações que aponta a retomada econômica do município, a cidade ainda contabiliza números negativos no ano de 2020.

Os dados do Caged apontam que até o mês de julho, foram gerados 7566 postos formais de trabalho no município, porém, houveram 12810 desligamentos o que gera ainda na cidade um deficit de 5244 postos de trabalho.

Otimismo na indústria

Conforme pontuou o presidente do Sindicato Intermunicipal da Industria Calçadista de Nova Serrana (Sindinova), Ronaldo Andrade, a perspetiva quanto ao final de 2020 é positiva.

No entendimento do presidente, mesmo com o cenário da pandemia atingindo em cheio o setor, a projeção é que 2020 se iguale ao ano passado, isso se a pandemia não persistir.

“As pessoas têm que se cuidar. Quando elas estão com sintomas ou situações suspeitas, há uma necessidade de ficarem isoladas, então se perde força de trabalho com isso. Estamos no meio de uma pandemia, não é apenas uma questão de se achar vagas, mas sim a de que existe uma parte das pessoas que está afastada e isso é preciso, realmente. Há esta instabilidade, mas apesar disso, as coisas estão caminhando, as fábricas, produzindo, faturando, então estão buscando chegar a um patamar que se existia antes da pandemia”, detalhou Ronaldo.

Já quanto ao ano de 2021, Ronaldo Andrade apontou que deverá haver um equilíbrio no município.

“Acredito que até o final do ano, pelo menos 3 mil empregos, destes 5 mil que foram perdidos, iremos conseguir recuperar. Então creio que, para 2021, que vai ter a vacina e outras coisas, conseguiremos a recuperação total, no primeiro semestre”, finalizou.

Fonte: Com informações Caged –  Portal Gerais

Foto: Imagem Ilustrativa

Mais lidas