Conecte-se conosco

Saúde

Agentes Epidemiológicos de Nova serrana recebem novos uniformes

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Profissionais receberam calça, camisas e crachás para realizar o trabalho em campo e serem mais bem identificados por população nas ações de combate a dengue

 A prefeitura de Nova Serrana entregou kit de uniforme para trabalho aos agentes municipais que fazem diariamente o controle epidemiológico na cidade.

Segundo os dados encaminhados pela prefeitura ao todo 41 agentes receberam os materiais para atuarem e utilizarem em campo no restante do ano e em 2019 focados no combate aos focos de proliferação do mosquito Aeds Aegypti, responsável pela transmissão da dengue, chikingunha, zila vírus e da febre amarela.

De acordo com a prefeitura “cada agente recebeu um kit com crachá, camisa de manga comprida, duas camisas de manga curta e uma calça. “No total, foram entregues 41 crachás, 41 calças, 82 camisas de manga curta e 41 camisas de manga comprida para os agentes epidemiológicos”, pontuou a prefeitura.

Os materiais serão de grande valia para o trabalho dos agentes, uma vez que a identificação popular será facilitada com a padronização e o crachá contendo nome e função do colaborador. “Os uniformes e os crachás permitem a identificação pessoal, segurança do trabalho e melhor recepção dos moradores quanto a visita do agente em sua residência. Infelizmente existem alguns moradores que recebem esses profissionais de forma grosseira, desvalorizando o trabalho de prevenção e, inúmeras vezes, sendo maldosos com o agente,  prejudicando o desenvolvimento das ações”.  Considerou Idália Carneiro, coordenadora do Setor de Endemias.

A coordenadora ainda ressaltou que com os uniformes e padronização haverá ainda o ganho de motivação profissional. “O mais importante é a valorização do profissional, fator importante, tanto para a qualidade do trabalho quanto para a segurança pessoal e para sua autoestima”. Ressaltou Idália.

Já a secretária Municipal de Saúde, Glaucia Sbampato, reforço que o investimento trará melhores condições de trabalho para os cooperadores. “O ganho principal é que além do servidor se sentir bem, valorizado, como parte atuante de um setor que conhece a cidade de ponta a ponta, existe ainda a facilitação do seu trabalho por uma identificação mais rápida e eficiente, com isso em pleno quadro de atenção com os índices de infestação em estado de alerta na cidade, todos temos a ganhar”, ponderou a secretária.

Glaucia ainda reforçou que apesar do trabalho dos agentes a participação popular é muito importante para que os índices de infestação da dengue tenham uma baixa e efetivamente a cidade elimine as possibilidades de uma epidemia. “Estamos em estado de alerta, os agentes estão sendo valorizados, o trabalho deles é muito importante, mas sozinhos não vencem essa batalha. Além da população abrir as portas de suas residências e receber os servidores é crucial que ela separe um tempo toda semana e tente eliminar os possíveis focos de proliferação da dengue em suas casas, fazendo isso as possibilidade de complicações maiores serão significativamente reduzidas”, finalizou Sbampato.

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas