Conecte-se conosco

Policial

Menina de 13 anos é morta estrangulada dentro de casa em Nova Serrana

Avatar

Publicados

em

Mais um crime bárbaro é registrado em Nova Serrana, desta vez uma adolescente de 13 anos, identificada como Deizzyná Fabrícia Linda Brandis foi morta em sua casa, estrangulada e afogada em uma banheira de bebê em cima de uma cama.

A vítima foi encontrada pelos familiares, quando chegaram em casa e se depararam com a jovem vítima que estava deitada na cama, com marcas de esganadura no seu pescoço, e com a cabeça submersa em uma banheira de dar banho em bebê.

O crime aconteceu por volta das 15h20, desta quarta-feira, dia 15 de maio, quando após acionamento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), uma viatura da Polícia Militar (PM) deslocou até a Avenida Amaral, no bairro Novo Horizonte, onde a princípio a informação era de uma mulher em óbito em cima de uma cama.

Chegando a residência os militares iniciaram a avaliação do local, vindo a acionarem a perícia, que realizou seus trabalhos, constatando que a adolescente foi vítima de um homicídio e ainda que no loca houve luta corporal, sendo encontrados alguns objetos quebrados.

Segundo a delegada, Drª Angelita Viviane Soares, a vítima tentou fugir do local. “Foi encontrado pela perícia cabelo no chão, ela foi esganada e após foi encontrada com a cabeça submersa na bacia”. Apontou a delegada.

Foi ainda apurado pela polícia que a adolescente trabalhava como baba, ficou em casa sozinha na tarde desta quarta-feira porque sentia dores nas costas, segundo informado por sua mãe identificada como G L B de 34 anos.

Também foi verificado pela mãe da adolescente, que o telefone celular da sua filha desapareceu e segundo apurado junto a polícia a adolescente não tinha nenhum registro criminal.

O pai da adolescente afirma que todos estão em choque e tudo que querem é que seja feito justiça. “Estamos sem entende o porque que isso aconteceu, principalmente com ela, que não andava em rua, sempre da escola para casa, para o trabalho, era uma menina direita, não andava envolvida com nada estranho. Queremos entender o que houve e que seja feito a justiça”. Disse Fabrício, pai da adolescente.

Por fim Drª Angelita afirmou que será realizado todo o trabalho de investigação para que seja encontrado os motivos e os responsáveis pelo crime. “Nós vamos ouvir todas as pessoas que eram próximas, vamos fazer todo o trabalho investigativo, o motivo pelo qual não foi trabalhar, quais eram seus hábitos, se tinha algum problema familiar ou amoroso, estamos trabalhando com todas as hipóteses para chegarmos a autoria”. Finalizou Dra Angelita Viviane Soares.

Continue Lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas