Conecte-se conosco

Colunistas

A vida começa aos 40, mas não para todos!

Cláudia Kaderli

Publicados

em

Dizem que a vida começa aos 40, uma idade em que as pessoas estão mais maduras, mais estabilizadas financeiramente e profissionalmente, mas é também quando mais percebemos que começamos a envelhecer. Apesar de que eu considero o envelhecimento mental, muito pior que o fisiológico.

O envelhecimento faz parte da nossa natureza, assim como nossa juventude está no nosso estado de espírito. O importante é que podemos (e devemos) descobrir e obter as melhores formas de amenizar os danos deste processo que é inevitável.

Para as mulheres, parecer mais jovem é mais difícil, porque para nós as exigências são maiores, a começar pela nossa própria autocrítica quando nos olhamos no espelho. Entender o que acontece é fundamental na luta pela jovialidade. Muitas doenças crônicas aparecem ao redor da faixa etária dos 40 anos. É quando o corpo começa a dar leves sinais de que o tempo não para e nem descansa.

Tecnicamente, nesta fase tem início um processo de diminuição natural de algumas reações bioquímicas e uma progressiva lentidão no funcionamento metabólico do organismo.

A redução da intensidade muscular com a perda progressiva de aproximadamente 200g de músculo por ano, conhecida como sarcopenia e a propensão a desenvolver gordura abdominal se evidenciam. Para nós, mulheres é um período terrível, não é mesmo?

Uma das justificativas está relacionada ao período da menopausa, pois os níveis de cortisol e insulina vão reduzindo gradativamente causando o acumulo de gordura no abdômen. Mas nem tudo está perdido, apesar de ainda não inventarem uma fórmula infalível para o problema.

Podemos amenizar estas evidências através de mudanças nos hábitos alimentares, adotando um plano alimentar saudável, fazendo trocas conscientes de alimentos inflamatórios pelos anti-inflamatórios, não fumar, manter o colesterol e a pressão do sangue sob controle reforçando as medidas preventivas, como o  uso de suplementos ricos em  fitos substâncias  que  podem ajudar muito.

Todo começo de mudança é difícil, mas depois vai ficando mais fácil, mas é fundamental um pouco de força de vontade. Bora colocar um tênis e fazer uma caminhada, passear com o cachorro, dançar na cozinha, mexer este esqueleto de alguma forma?

Bora consumir muitas frutas, verduras, cereais integrais, leguminosas, fibras, peixes e vitaminas que combatem os radicais livres, como as vitaminas A, C e E?

A idade da “loba” começa aos 40 e que seja muito bem-vindo o tempo da maturidade e da alegria de viver. Aos 40 podemos derrubar tabus e nos reinventar para enfrentar o envelhecimento.

Sua vontade é mais importante do que responder opiniões. Então, priorize a si mesma e uma dica: tenha sempre novos projetos para a sua vida: um curso, um trabalho manual, uma viajem ou quem sabe, saltar de paraquedas!

Agende sua consulta comigo e vamos começar a viver, com 40..50…60 anos. (37)99149-4079 e/ou (37)3225-5064

CLÁUDIA KADERLI é nutricionista, especialista em Nutrição Esportiva e Coach em emagrecimento. Sócia proprietária do Espaço ReAl.

Continue Lendo
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas