Conecte-se conosco

Governo Municipal

Em ação pioneira, Prefeitura inaugura Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (Cram – Casa Mais Mulher)

Avatar

Publicados

em

A prefeitura de Nova Serrana inaugurou nesta semana o Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (Cram – Casa Mais Mulher).

Instalado na rua José Rodrigues da Costa, 171 – Centro, a unidade tem como objetivo atender a mulheres em situação de violência e viabilizar todo o apoio necessário, concedido por toda a rede pública, saúde, segurança e desenvolvimento social quanto a valorização e garantia dos direitos da mulher.

Uma iniciativa pioneira na região, foi valorizada pelo secretário de desenvolvimento social Gustavo Amaral. “Essa é uma ação de política pública, que somente aconteceu devido ao pioneirismo da atual gestão que não mediu esforço diante de um momento de crise para abrir essa ferramenta de atendimento”, disse o secretário.

Gustavo ainda ressaltou que agora o município aguarda a aprovação dos vereadores para mais uma conquista das mulheres do município. “O município agora aguarda a aprovação da câmara para a conclusão da inserção de Nova Serrana no Consórcio Mulheres da Gerais, que permitira uma intervenção mais ampla de suporte a abrigamento. Somente no ano passado tivemos 5 casos de mulheres que necessitavam ser abrigadas por serem vitimas de agressão e não tínhamos como ofertar esse serviço”, apontou o secretário.

A responsável pelo Cram e Nova Serrana, Jassiara Santos a casa é uma ferramenta que dará maior atenção a mulher contudo é necessário se aplicar um processo de educação quanto a violência contra a mulher. “ A Casa é um ganho, mas em uma sociedade onde a violência contra a mulher é uma questão cultural é necessário que tenhamos uma atuação também voltada para a conscientização e educação da população”, disse a diretora do Cram.

Por fim o chefe do executivo ressaltou que a conquista é de toda a cidade. “Essa é uma ferramenta que é uma conquista de toda a cidade. É triste pensar que as mulheres precisem de uma casa de acolhimento conta a violência, nos dias de hoje não podemos aceitar esse tipo de agressão e aqui, iniciamos um novo tempo, no apoio, suporte e amparo as mulheres vitimas de violência, de qualquer espécie, emocional, verbal e física. Aqui as mulheres terão um socorro e a atenção que necessitam”. Finalizou o prefeito.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Publicidade

Mais lidas