Conecte-se conosco

Editorial

Santos e seus pecados!

Avatar

Publicados

em

Ninguém é santo que não tenha pecado e ninguém é culpado até que se julgue o contrário.

Essas duas afirmativas parecem que fazem parte da política de Nova Serrana, e se tudo ocorrer como vem se desenhando nos bastidores da cidade pode ser que no fim dessa história não sobre pedra sobre pedra em nossa cidade.

As questões religiosas se unem a fatores políticos em Nova Serrana, e de fato pelo que se percebe é que os santos políticos são na verdade santos do pau oco, e os criminosos da política, tem um auréola tão pura quanto a dos que ainda não foram incriminados.

Nesta edição do jornal O Popular traz como destaque uma entrevista EXCLUSIVA do ex-presidente da Câmara Municipal vereador Osmar Santos, e pelo que deu a entender, parece que finalmente os vereadores afastados resolveram jogar o jogo da política e vão desmascarar os demônios vestidos de santo nas Eclésia Câmara Municipal e na distinta Prefeitura de Nova Serrana.

Ao avaliar as falas de Osmar Santos, alguns pontos nos chamaram a atenção, falas polêmicas, que para muitos podem ter parecido ser ditas em momentos de preocupação, ou ataques indevidos, mas a impressão que tivemos é que, tem muita água para rolar debaixo dessa ponte.

Osmar se mostrou calmo e consciente de tudo que está acontecendo e aqui vamos tentar entender um pouco do que está por vir no legislativo.

Para começar Osmar afirmou “sabemos que não vamos ser cassados”, essa afirmação pode ter a ver com o fato de que o processo não chegará a um fim, mas pelo que foi colocado pelo ex-presidente, é porque não haverá votos necessários para isso.

Talvez não se tenha votos necessários porque os vereadores não têm certeza de que de fato algum crime foi cometido; talvez porque o fato que foi denunciado como assessor fantasma, é de fato praticado pelos demais vereadores, ou talvez porque quando Osmar falou que irá jogar o mesmo jogo, ele esteja diretamente falando aos edis que os pecados até então escondidos serão jogados no ventilador.

E como colocamos no início deste editorial, não há santo na política de Nova Serrana que não tenha cometido pecados. Nem no legislativo, nem no executivo pelo visto. Nem mesmo aqueles que elucidam discursos religiosos e cristãos, na perspectiva do ex-presidente podem atirar a primeira pedra, e caminhando nesse norte pensamos, outros pecados serão expostos?

A realeza foi claramente ameaçada pelo ex-presidente, que disparou conta secretários, contra o próprio prefeito que um dia foi vereador e de acordo com as palavras de Osmar, não somente criou os cargos, como foi conivente com o fato de que os assessores não cumpriam horário e sequer atuavam na Câmara durante a legislatura do prefeito.

Agora caros leitores, isso é apenas a ponta do iceberg. Para comentar com tanta tranquilidade que a cassação não acontecerá, Osmar só pode estar munido de duas coisas, a primeira a convicção de que efetivamente nenhum crime de fato foi cometido, e a segunda, a certeza de que os demais que ficaram na Câmara cometeram pecados ainda mais alarmantes do que os que foram afastados.

No nosso ponto de vista, aparentemente Osmar tem as duas cartas na manga, primeiro por agir com clareza e mostrar que a tal prática de assessor fantasma era praticada debaixo do nariz do prefeito quando era presidente, e até mesmo por membros de sua realeza, como secretários e porque não de seus vereadores protegidos, já que pelo menos dois dos que restaram são mais do que da base, são fieis seguidores da cartilha, do evangelho euzebiano.

Sim pegamos pesado no termo usado acima, praticamente uma heresia, mas um toque de humor negro nem sequer chega aos pés dos pecados que devem vir por ai.

Em segundo lugar porque como tudo indica, os pecados cometidos pelos demais membros da política que envolve Nova Serrana, podem de repente, serem publicados, e ai, vamos perceber que o único anjo que nossos políticos se aproximaram nestes quatro anos, é do anjo da luz que, por curiosidade caiu pela sua ganancia, assim como ocorre com os políticos.

Vejam só! já houve debaixo do nariz do executivo nepotismo, em denúncia feita contra o chefe do governo municipal, houve nepotismo, em TAC assinado por um dos fieis bispos da corte, e agora, pelo que deixou a entender o ex-presidente, os demais pecados serão revelados em momento oportuno,  e ai meus caros, pode ser que realmente tenhamos surpresas quanto a inocência e santidade de muitos.

Para finalizar queremos salientar que estamos e seguimos neutros nesse contexto, estamos a disposição de todos e de ouvir todas as versões, mas principalmente, estamos a disposição dos fatos para expor cada detalhe deste imbróglio que é nossa política.

Seguimos atentos a cada passo e fato relacionado aos processos políticos que mais se tornaram processos criminais, e claro, continuaremos sendo o Popular, trazendo para você a notícia como deve ser.

Clique aqui e faça parte de nosso grupo de whatsapp

Clique aqui e siga-nos no instagram

Clique aqui e siga-nos no facebook

JORNAL O POPULAR – A NOTÍCIA COM DEVE SER

Mais lidas