Conecte-se conosco

Esportes

Rodolfo brilha, marca duas vezes, América vence o Cruzeiro e vai à final

Israel Silveira

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

América despacha Cruzeiro com autoridade e decide o Estadual contra o Galo

O palco está armado. E a final do Mineiro terá de um lado o Atlético e do outro o América. O Coelho assegurou a classificação, desta vez vencendo por 3 a 1 dentro de casa, no Independência. Foram dois gols de pênalti e um gol no finalzinho, marcado por Ramon, para dar a vitória. O atacante Rodolfo, com dois marcados, é agora artilheiro do Campeonato Mineiro, com sete gols. Ele nunca havia marcado nos clássicos estaduais pelo Coelho. Mas o dia 9 de maio acabou com essa sina. E foi em dose dupla. Matheus Barbosa descontou para o time estrelado.


Necessitado de uma vitória por ao menos dois gols de diferença, o Cruzeiro tentou propor o jogo. Mas encarou uma forte marcação americana, que pressionava a saída de bola do time comandado por Felipe Conceição, especialmente dificultando as opções no meio-campo. Adriano, que inicia essa transição entra defesa e ataque, encontrou resistência, já que a linha de frente do América, com Alê, Rodolfo, Juninho e Nazário estava em cima, anulando a estratégia esboçada por Felipe Conceição.

Aos poucos, as chances foram aparecendo. Juninho mandou a bola na trave em ótima subida de cabeça, A Raposa apareceu com Cáceres em uma finalização que ele isolou. Mas, ainda no final da etapa inicial, aos 45 minutos, Eduardo Bauermann acabou deslocado por Bruno José na tentativa de cabeceio. Pênalti marcado e confirmado pelo VAR. Na cobrança, Rodolfo iniciou sua grande tarde. Cobrou firme, deslocando Fábio.

Só que aos 24 minutos, Ramon acabou desviando com o braço uma finalização de Ribamar. Após revisão do VAR, mais um pênalti marcado para o Coelho e na bola, Rodolfo não perdoou, batendo Fábio mais uma vez. O América, de Lisca e cia., ainda terminaria de afundar a adaga no coração da Raposa, indo às redes com o volante aos 50 da etapa final. Depois do passe de Ademir, ele só teve o trabalho de deslocar Fábio. O toque final na classificação americana. Em três clássicos contra o Cruzeiro no ano, o América venceu os três.

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas