Conecte-se conosco

Policial

Ao tentar fugir da delegacia de São Gotardo, PM mata suspeito de tentativa de estupro contra criança

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Na cidade de São Gotardo no Alto Paranaíba a cerca de 190 km de Nova Serrana, um homem de 20 anos suspeito de estupro foi morto por um policial militar nesta segunda-feira dia 14 de janeiro.

De acordo com as informações da Polícia Civil o suspeito foi baleado na nuca após ter tentada fugir da Delegacia da cidade.

Segundo aponta a Polícia Civil, na noite de domingo, dia 13 de janeiro, o suspeito foi preso pelo estupro de uma criança de seis anos, sendo a vitima da tentativa de estupro irmã do acusado por parte de pai.

Segundo o delegado Ricardo Lopes relatou ao portal de notícia G1, a mãe da criança de seis anos foi quem denunciou o rapaz. Ela relatou para a polícia que encontrou a filha com a calcinha abaixada e o rapaz com o órgão genital exposto.

Ainda segundo informado a menina passou por exames, mas não foram constatadas lesões que indiquem que houve estupro e por isso o caso foi registrado como tentativa.

Após ter sido preso o suspeito tentou fugir da delegacia durante os tramites legais pelos quais era indiciado. Em entrevista à TV Integração, o tenente Fábio Gomes da PM explicou a ocorrência. “Após realizado os procedimentos de flagrante, ao sair da delegacia o suspeito se queixou de dores nos braços. Um policial foi mudar a algema de lugar quando o jovem fugiu, o militar perseguiu o suspeito e ordenou diversas vezes que ele parasse. Perto de uma valeta, o militar conseguiu alcançá-lo e, depois de pular em cima do jovem, eles caíram no buraco. Eles entraram em luta corporal e, segundo testemunhas, o suspeito tentou sacar a arma do policial que conseguiu se desvencilhar. O jovem tentou pegar uma pedra para continuar a agressão, o militar teve que efetuar o disparo como única forma de defesa”.

Ainda de acordo com Lopes, o jovem foi socorrido e levado em uma viatura para o hospital da cidade. Em seguida, transferido para uma unidade de Patos de Minas, mas não resistiu e morreu.

Segundo informações do delegado, o jovem tinha passagens por tentativa de estupro, furto, roubo e outros crimes.

O delegado não soube informar se alguma medida foi tomada contra o policial militar que fez o disparo e disse que o caso continua sendo investigado.

Fonte: Portal G1

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas