Conecte-se conosco

Editorial

“Não temos nada a esconder”

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Sendo bem justos podemos afirmar que esta gestão está lidando com muitos problemas que não foram encontrados, ou até gerados nas gestões passadas.


O prefeito do novo tempo tem lidado diretamente com problemas que variam de questões que não podem ser previstas, como as tragédias naturais, que aqui chamamos de tempestades e levaram pontes, ruas, moveis e causaram transtornos relevantes, até questões de ordem financeira e moral.

Nestes dois anos o prefeito do novo tempo teve que lidar com punhalada pelas costas, perda de verba e atrasos em obras, teve que lidar com as redes sociais, com uma máquina inchada, com a desarticulação de seu corpo técnico e consequentemente tomou medidas entendidas como equivocadas.

A questão que devemos avaliar, porém não é somente o que o prefeito tem enfrentado, mas o porquê tem enfrentado esses problemas e o que tem feito diante das dificuldades encontradas.

Dizem que nem tudo que acontece na casa é culpa do proprietário dela, porém tudo que acontece ali dentro é responsabilidade dele, então sendo assim muito do que temos vivenciado em Nova Serrana de ruim é responsabilidade do chefe do executivo, afinal aquilo que ocorre de bom não é colocado em sua conta?

Uma máquina inchada foi anunciada, uma reforma foi prometida, o problema foi postergado, e a conta não fechou. Confiou-se em um governo quebrado, que agora sairá abanando as pimentas para aqueles que ficaram com o rombo, e dizer que não sabia que isso iria acontecer é um equivoco por parte da gestão.

Atribuir a culpa da fatura para Pimentel é assumir um atestado de incompetência ou de arrogância, afinal, não foram poucos os discursos e avisos de que uma hora ou outra a bomba iria estoura e a máquina fatidicamente iria quebrar.

Nós mesmos por muito já criticamos o fato de que se você não tem um planejamento com a verdadeira projeção de custos, não consegue mensurar efetivamente o rombo e como consequência o choque de gestão, as medidas a serem tomadas serão apenas para dar uma satisfação para uma massa que terá de aceitar mas não vai se acomodar com os pretextos expostos.

Em uma gestão onde o corpo técnico foi questionado por este Popular em vários momentos, nosso temor, ou melhor, nosso receio se conclui quando se vê em meio a uma crise os técnicos de uma gestão que deveria promover o novo, caminhando tomando medidas descabidas e com foco duvidoso.

Terceirizar transporte é uma ação econômica, mas quem na verdade ganha com isso, o secretário que teve o filho contratado, por uma empresa licitada em um processo duvidoso para não ser maldoso, ou o estudante universitário que tem que lidar com a cobrança e do auxilio transporte que estava em atraso?

As prioridades são questionáveis e a orientação e capacitação dos secretários tanto quanto. Não adianta o prefeito afirmar que não tem nada a esconder, quando seus secretários fecham as portas do gabinete para a informação à população.

E por falar em informação, obter uma fala do prefeito tem sido uma verdade labuta. Sendo coesos, o setor de comunicação responde nossos e-mails, mas neles não sabemos se a cara a bater foi a do prefeito, ou se por detrás das respostas tem algum buda que se acha o dono da cocada preta e com propriedade de um chefe de estado responde pelo prefeito.

Euzebio sempre que encontra com nosso jornalista nas ruas ou em eventos afirma, não temos nada a esconder, mas por outro lado, alguns atuam como se houvesse e em uma gentil conversa com nossa equipe, em meio a questionamentos sobre a dívida antes de nos dar a resposta, nos mandou procurar o presidente da AMM para falar sobre os problemas de Nova Serrana.

Fato é que no governo do novo tempo, no governo que não se tem nada a esconder, as coisas não tem caminhado tão claras quanto deveriam ser. Esperamos sinceramente que os tempos mudem e assim como aconteceu com a indústria, que vem se recuperando após o ápice da crise, que esta gestão encontre o caminho a seguir, porque se continuar assim em 2019, remediar poderá ser uma medida a ser tomada de forma tardia.

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas