Conecte-se conosco

Belo Horizonte

Mulher ateia fogo no próprio filho após briga

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Alegando ter se sentido ameaçada pelo próprio filho de 18 anos, uma mãe de 48 anos colocou fogo no jovem. Ela disse que ele é usuário e traficante de drogas e os dois tinham brigado momentos antes do incêndio por causa de uma caixa de som.


O crime ocorreu no bairro Novo Aarão Reis, na região Norte de Belo Horizonte, na noite desta quarta-feira, dia 24 de fevereiro.

De acordo com a Polícia Militar, a suspeita arremessou um frasco com meio litro  de gasolina no filho e na sequência ateou fogo, atingindo as pernas e braços dele. Ela contou que brigou com a vítima por causa de uma caixa de som que tinha dado para ela.

Segundo a suspeita , durante a discussão, o filho a ameaçou e, com medo, ela foi até um posto de combustíveis perto da sua casa e comprou um pouco de gasolina. Ela disse que queria apenas assustar o jovem, mas “no calor” da briga, ela jogou a gasolina no chão e disse que não se lembra se usou um palito de fósforo ou um cigarro para colocar fogo.

O incêndio atingiu as pernas e braços da vítima, que foi socorrida com queimaduras de 2º grau para o Hospital de Pronto-Socorro (HPS) João XXIII, na região Centro-Sul de Belo Horizonte.O jovem contou que a mãe estava revoltada por ele ter emprestado uma caixa de som para um amigo e que ela disse que se o objeto não aparecesse ia colocar fogo na casa, o filho disse que não acreditou que ela faria isso. Na versão dele, ela colocou fogo em um sofá e na cama e as chamas o atingiram.

Quando os policiais chegaram na residência da família, a suspeita ainda apagava o fogo com a ajuda de vizinhos. Ela disse que o rapaz vende drogas em bailes funks, que já a ameaçou várias vezes e que em uma das ocasiões deu um tapa no rosto dela, mas ela não registrou boletim de ocorrência. A mulher foi levada para a Delegacia de Plantão de Polícia Civil 1, no bairro Floresta, região Leste da capital.

Fonte: Por NATÁLIA OLIVEIRA –  O TEMPO

Leia mais...
Propaganda

Mais lidas