Conecte-se conosco

Editorial

Gatos pingados

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Normalmente se pede que a população tenha interesse e participe da vida política da cidade. Em sua essência essa participação é possível pela presença nas reuniões ordinárias que acontecem semanalmente na Câmara.

Durante estas reuniões os treze vereadores de Nova Serrana debatem e aprovam os projetos que terão um impacto direto na vida da população, dai a importância da participação nesses encontros.

Contudo não tão raramente o que vemos na Câmara é uma tremenda falta de respeito com a população, afinal, não se convida alguém para visitar a sua casa e por sua vez, quando as visitas chegam, você deixa sua casa vazia.

Vamos aqui explicar melhor o parágrafo acima. Veja bem não é raro as faltas dos edis durante as reuniões ordinárias da casa. Se não estamos enganados no ano de 2017 após uma sequencia de quase cinco reuniões com ausências de vereadores fizemos um editorial nesse sentido.

Pois bem o tempo passou e pelo visto, os legisladores já se esqueceram do editorial daquela edição, então vamos aqui lembrar e cobrar um pouco pelos fatos que foram vivenciados principalmente nesta semana.

Por incrível que pareça, dos 13 vereadores da casa apenas oito compareceram a reunião ordinária dessa semana. É claro que deixamos aqui especialmente nossa compreensão e apoio ao vereador Juliano da Boa Vista (PSD) que foi acometido por um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Porém fora Juliano que se encontra hospitalizado mais quatro vereadores se ausentaram da reunião e claro, justificaram. O Presidente Osmar Santo (PROS), Adair da Impacto (AVANTE), Valdir das Festas Juninas (PCdoB) e Wantuir Paraguai (PSDB), justificaram suas ausências como por questões pessoais.

Ora, se questões pessoais impedem um vereador que tem apenas um dia, ou melhor, algumas horas de obrigatoriedade de comparecimento por semana na sessão solene, de realizar o seu trabalho, acreditamos que o honorário referente ao mesmo deve ser descontado dos edis.

Quando se assume uma posição de caráter público e relevante como é ser vereador, as questões pessoais devem ficar em segundo plano e em Nova Serrana essa demanda nem é lá essas coisas, afinal são de três a quatro horas por semana que o mesmo tem obrigatoriedade de estar em seus assentos.

Se olharmos bem e formos atentos ao fato de que os edis não tem obrigatoriedade de estar em seus gabinetes, o fato de que a Câmara funciona apenas seis horas por dia e ainda o fato de que nem mesmo os assessores tem a responsabilidade de estar em seus gabinetes, vamos chegar a conclusão de que ser vereador em Nova Serrana é um trabalho até certo ponto rentável.

Antes que venham nos crucificar, generalizamos, mas não colocamos todos no mesmo barco, tão pouco estamos afirmando que os quatro que faltaram na reunião dessa semana não trabalham ou cumprem o seu papel.

Acreditamos que alguns destes, como o presidente são até bem ativos, e tem sim o direito de se ausentarem, mas para que a situação seja minimamente bem entendida que os mesmos tenham a prudência para não falar decência de expor de forma coesa e detalhada os motivos que os impedem de estar ali.

Esperamos que nas próximas reuniões as ausências dos vereadores sejam minimizadas, e de preferencia que não aconteçam mais, e quem sabe a partir dai poderemos voltar a encher a boca para cobrar a população de se fazer presente na casa do povo.

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas