Conecte-se conosco

Editorial

Consciência na hora do voto

Avatar

Publicados

em

Se o cenário já era grande quando pensamos que Jaime Martins seria candidato compondo uma chapa para o governo de Minas, as perspectivas políticas se tornaram ainda maiores após ser anunciado que o deputado federal de Nova Serrana será o representante da chapa de Márcio Lacerda ao Senado Nacional.

Com um trabalho que vem sendo construído já há algum tempo, na busca de algo que vai além da eleição para o congresso nacional, Jaime Martins consolidou sua história e atuação política com o respaldo dado ao político de Nova Serrana, que enfrentará nas urnas políticos do calibre da ex-presidente Dilma Rousseff.

Sim, Nova Serrana terá um de seus filhos batendo de frente nas urnas de Minas Gerais com uma ex-presidente. Nesse cenário, no entanto podemos traçar duas projeções, poderemos sair deste pleito eleitoral como um município a ser respeitado politicamente em todo o território nacional, ou enfraquecidos como nunca.

Isso porque caso Jaime Martins não seja eleito, existe uma significativa possibilidade de que Nova Serrana não tenha nenhum representante em Brasília.

No pior dos prognósticos, Jaime não será eleito e como sequencia seus votos como deputado, não foram transferidos para seu filho Bruce Martins, que vem neste pleito construindo seu caminho político.

Nessa perspectiva temos ainda, Willian Barcelos, Ricardo Tobias e Lazaro Camilo, três pré-candidatos que são apostas para o legislativo federal, contudo são apostas e seu pleito será para todos uma surpresa.

Willian Barcelos vem com um trabalho sólido como vereador e tem suas áreas de atuação muito bem definidas. Já Ricardo Tobias tem mais de uma legislatura como vereador, mas nunca foi protagonista na política de Nova Serrana e sempre atuou como um segundo nome da família de Paulo Cesar de Freitas.

Já Lazaro Camilo trabalha com sua atuação na mídia como um fator que torna imensurável seu resultado tanto positivo quanto negativamente.

Queremos deixar claro também caros leitores, que nomes como Domingos Sávio e Fabiano Tolentino não são tratados por este editorial como necessariamente benfeitores para Nova Serrana, os mesmos não tem raízes e consequentemente nenhuma relação intima com a cidade.

No pleito estadual, dificilmente ficaremos sem um representante, uma vez que Fabio Avelar se consolidou nos últimos quatro anos e deve ampliar sua votação, e ainda nomes como Marcos Fonseca surge e pela militância em áreas como trânsito e autoescolas surpresas podem vir.

Corremos assim o sério risco de ficarmos sem um representante oficial em Brasília. E como isso poderá ser diferente?

Para começar temos que analisar os números. Temos pouco mais de 54 mil eleitores, isso significa que podemos direcionar muito bem a eleição de um candidato ao legislativo estadual, podemos dar um empurrão em um candidato federal, podemos de forma massiva votar em um candidato ao senado e possibilitar que o mesmo largue com mais de 50 mil votos.

Mas para que isso aconteça a consciência eleitoral e os objetivos tem que estar em perfeita sinergia e claro, acima de partidarismo e pequenices políticas.

Nós já temos definido nosso voto, e nessa eleição vamos votar por Nova Serrana, nossos candidatos serão….. revelados após o pleito e os resultados oficiais.

Apesar da brincadeira, queremos lembrar a você cidadão, que o futuro não só do Brasil e Minas Gerais, mas de nossa cidade está em suas mãos. Sendo assim fazemos aqui campanha pela consciência e que de maneira bem formada seu voto seja feito conscientemente pelo bem de Nova Serrana e consequente, pelo bem de cada morador de nosso município.

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br"
A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.
Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas