Conecte-se conosco

Editorial

Câmeras para que te quero

Avatar

Publicados

em

A republicação total ou parcial deste conteúdo é gratuita desde que citada a fonte com o link para o site do portal "opopularns.com.br" | A não citação da fonte com o link para o site implicará em medidas judiciais de acordo com a lei de direitos autorais 9610/98.

Alguns nascem para os holofotes, nascem para brilhar, para estarem à frente das luzes, das lentes, em cima dos palcos. Quando conseguem os olhares de todos brilham feito estrelas.

Há aqueles porem que mesmo não estando à frente das lentes como artistas constroem projetos, trajetórias, trilham caminhos que fazem com que cada de uma forma ou de outra eles sejam o centro das atenções.

Nós temos visto recentemente em Nova Serrana episódios que tem sido evidenciados pelas lentes e linhas de nosso Popular e a imprensa de toda região seguindo nesta linha tem dado destaque para àqueles que têm angariado manchetes, promovidas por denúncias, por projetos, por propostas que efetivamente chamam a atenção.

Parte destas ações é devido ao fato de que em Nova Serrana vida política, ou melhor, o Novo Tempo político tem causado emoções e proporcionado posicionamentos e imposições de todos os viés, linhas de entendimento e grupos políticos possíveis.

De fato os erros e denúncias tem sido sem dúvida alguma o centro das principais notícias que expõe o cerne político de Nova Serrana atualmente.

Em uma rápida retrospectiva, tivemos picolés, abacaxis, ambulantes, acusações de bandido e ladrão, hospitais, abuso de informações privilegiadas, apostilamento, farra dos salários exorbitantes, a divida que segundo alguns afirmam já atinge cerca de R$ 60 milhões, hospitais a serem abertos, hospital que não será mais abertos, CPI da Saúde, CPI da Copasa, vetos, invasões, tapas na mesa, acusações e agora, inquérito e uma nova CPI.

Diante de todas as polêmicas que transitam nos bastidores da política de nossa cidade, a falta de transparência de processos foi agora alvo de uma exposição que no mínimo gera estranheza por parte de quem acompanha os tramites políticos.

O líder do governo na Câmara, acreditamos que com boas intenções, solicitou que todas as reuniões da CPI que acontecerão as quartas-feiras, sejam gravadas e se possível transmitidas.

Bom de fato o processo é interessante e para aqueles legisladores que gostam das lentes será um prato cheio para se promoverem. Mas como todo fator positivo tem o seu lado negativo, como um equilíbrio proposto pelo yin yang, os interesses por detrás da exposição devem ser observados.

As câmeras criam heróis e vilões e os registros aqui expostos também servirão de auxílio para aqueles que são acusados, possam criar suas linhas de pensamento exposição e argumentação.

Dai o planejamento das desculpas, ou melhor, defesas se torna ainda mais prático, fácil e porque não, mais eficiente.

Tem ainda o fator de que tudo que for dito ao se tornar público em vídeos poderá ser fruto de indicações de processos e outras medidas contra os denunciantes. Os vereadores estarão pisando em cascas de ovos, afinal, até que seja transitado e julgado, toda exposição pode ser cabível de penalidade e processos de danos morais.

As câmeras foram solicitadas e aqui terão um papel estratégico para ambas as partes e caberá agora sabermos quem será mais bem assessorado para que de forma minuciosamente medida, utilize os holofotes para que o xeque mate seja dado para o bem ou para o mal, ou melhor, para o interesse público ou pessoal.

Leia mais...
Propaganda
Clique para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Mais lidas