Conecte-se conosco

Editorial

Aqui e Agora, em um futuro breve!

Publicados

em

O jornalismo nacional amanheceu em pleno luto. Um dos seus memoráveis e mais famosos repórteres das décadas de 80 e 90, com carreira irretocável nos deixou na madrugada de terça-feira.

Gil Gomes o profissional que deu start em uma nova forma de se contar o fato tanto no Rádio quanto na TV faleceu aos 76 anos, acometido por um câncer e também pelo mal de Parkinson.

O mestre da narrativa trouxe consigo novas tendências e mostrou que um simples assalto a uma padaria poderia com o texto adequado, o tom de voz e algumas expressões corporais ímpares tornar o fato intensamente relevante.

Para muitos ele era o pai do sensacionalismo, para nós que fomos marcados e influenciados diretamente pelo seu estilo único de narrativa era considerado um dos marcos do jornalismo investigativo.

Todas as vezes que buscamos investigar e narrar fatos nos lembramos que cada palavra deve ser escolhida com emoção e atenção e assim desenvolvemos como jornalistas, matérias que tem um impacto, ou ao menos geram em cada leitor uma resposta.

Nos próximos dias estaremos aqui trazendo alguns conteúdos que carregarão um pouco dessa premissa investigativa. Na verdade já o fazemos desde 2017 com aptidão e reviramos no executivo questões que eram vistas como um ponto de conforto para práticas imorais.

Se em 2017 denunciamos a Lei Delegada, expomos os nomes que mamavam nas tetas do governo e se enriqueciam com pouco trabalho e salários exorbitantes junto ao apostilamento, para as próximas semanas vamos mostrar facetas de políticos, vamos questionar ainda mais o executivo e revirar, ou melhor, expor gente que tem nome grande, mas moral tão relevante quanto a dos ratos dos esgotos de Nova Serrana.

Sim caro leitor, faremos pelo menos uma matéria que irá expor condutas lamentáveis de gente que carrega título de herói na cidade, mas no particular comete infrações que são diretamente condenadas pela sociedade que o aplaude sem saber sua verdadeira face.

Como veículo que carrega a responsabilidade de expor os fatos, iremos através de nossas paginas expor apenas o que podemos comprovar, afinal temos responsabilidade com os fatos repassados, porém, traremos não só manchetes, mas conteúdo que irá derrubar o status de visionário e colocará a suja moral pendurada no varal.

Muitos não têm coragem de expor e abordar fatos como os que iremos trazer em nossas páginas, e diante disso até entendemos, afinal ser jornalista não é para todos, é uma missão que poucos carregam com a seriedade que lhe é necessária.

Muitos temeriam expor os fatos que temos em mãos, porém, se nos omitirmos diante das notícias, das denúncias, dos fatos que hoje temos em mãos, qual seria a nossa real missão como meio de comunicação? Repassar releases da prefeitura, da Câmara, contar ao leitor a versão que o político deseja?

Não caro leitor, nossa cidade já carrega suas mazelas como um fardo grande para nos omitirmos e simplesmente maquiar tudo e todos como princesas, príncipes, Reis e Rainhas em um mundo onde seus súditos vivem os sonhos da realeza com seus braços e pernas amarrados por grilhões.

Já convivemos com violência, com corrupção, com limitações na saúde, na educação na segurança, temos o papel de mostrar para cada um de nossos leitores quem são verdadeiramente aqueles que daqui a dois anos, eles querem chamar de heróis e dar a eles seus votos nas urnas.

Com a pitada de polêmica, com uma dose de jornalismo investigativo, com uma porção de responsabilidade vamos honrar o legado da narrativa deixada por Gil Gomes e vamos mostrar o qual sujo é certa autoridade política de Nova Serrana.

A você leitor, queremos chamar a atenção para que fique atento aos próximos fatos noticiados em nosso Popular. A você político, que tem algo a esconder, acredite, se tem algo a esconder pode ficar preocupado, porque este Popular continuará sendo um meio de comunicação de responsabilidade e credibilidade, e os seus pecados que vem sendo escondidos, serão revelados nas páginas de nosso diário, “aqui e agora” ou melhor em um futuro muito breve.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas