Conecte-se conosco

Editorial

Ser cidadão além das redes sociais!

Publicados

em

A cidade que mais cresce em Minas conta hoje com uma população de aproximadamente 100 mil habitantes, que utilizam diariamente os serviços públicos, demandas e infraestrutura do município.

Contudo a exemplo de praticamente todas as cidades do país, essa estrutura é deficientes. Saúde, educação, segurança, desenvolvimento urbano, cultura, lazer, esportes, alimentação, enfim, todos os setores sociais vivenciados em Nova Serrana como a exemplo de todo o pais necessitam de intervenções e melhorias.

Diante dessa necessidade a população tem encontrado nas redes sociais o local ideal para “proferir seu veneno” (como diz um cientista político de Belo Horizonte muito conhecido por determinado grupo político de Nova Serrana), fazer valer sua voz e expor sua insatisfação quanto as intervenções e forma de administrar o município adotada pela atual gestão.

De fato a cidade precisa sim de melhorias em praticamente todos os setores, mas sejamos contundentes, para que isso aconteça é necessário ter recursos, pois as obras custam dinheiro, os profissionais tem seus salários.

Assim a não ser que as pessoas desejem que a atual gestão dê calote nos fornecedores e funcionários como em gestões anteriores, a atual administração precisa de buscar recursos em outras esferas. Ai nos deparamos com um governo do estado quebrado e um governo federal em transição.

Assim nossa influência política fará valer com que deputados e senadores tanto em Minas como em Brasília, tragam recursos para o município. É justamente nesse ponto que afirmamos, grande parte da população de Nova Serrana reclama sem direito.

Vejamos em matéria que está sendo veiculada nesta edição do jornal O Popular, expusemos que apenas 51 mil pessoas das quase 100 mil habitantes da cidade são eleitores no município, e isso quer dizer que perdemos representatividade porque boa parte da população não assume seu compromisso com o município.

Às vezes pensamos que a relação entre população e cidadão em nossa cidade é meio que parasita (não nos leve a mal, entendemos que os migrantes são fundamentais para nossa cidade), e isso porque todos os anos mais de 10 mil pessoas chegam a nossa cidade pelo sonho americano, mas não se comprometem efetivamente com o crescimento dessa cidade.

Se observarmos bem, grande parte da população reclama que aqui não tem saúde, não tem qualidade de vida, não tem lazer, mas, será que aqui é pior do que em outros lugares no estado? Se aqui é tão ruim assim como é colocado nas redes sociais, porque Nova Serrana segue sendo o destino de milhares de famílias anualmente?

Não nos leve a mal, não queremos que as pessoa parem de vir para nossa cidade, ou que os que aqui estão debandam para outras cidades. Só queremos que assumam sua cidadania, que promovam a mudança na cidade de forma efetiva e para que isso aconteça que comecem transferindo seus títulos eleitorais, que comecem a ter mais zelo com nossos espaços públicos, que todos possamos preservar melhor as condições de vida em nossa cidade.

Nas enchentes são revelados todo o lixo que jogamos diariamente de forma porca nos ribeirões e lotes vagos. Nas urnas se revela a falta de compromisso com o município, falta de compromisso com sua qualidade de vida, com seu próprio crescimento.

Gostaríamos que um dia talvez, as fábricas ao contratar trabalhadores pedissem que os mesmo transferissem seus títulos eleitorais, gostaríamos que cada morador de Nova Serrana não visse essa cidade apenas como um estágio de sua vida, como uma forma de adquirir o que em sua terra não conquistou.

Gostaríamos que efetivamente os mais de 100 mil habitantes que teremos morando no CERCADO do coronelismo, na capital do calçado esportivo, na cidade que mais cresce em Minas, tivesse um compromisso além de seu sustento, que assumisse seu compromisso com o desenvolvimento, e assim se tornasse cidadãos de Nova Serrana fora das redes sociais, no mundo real, para que com propriedade possa cobrar e exercer por direito e dever a sua cidadania.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas