Conecte-se conosco

Editorial

Pau que dá em Chico…

Avatar

Publicados

em

Caros leitores, poderíamos aqui passar o dia listando todas as peculiaridades de nossa cidade, de nosso povo com seus hábitos e costumes; sobre o crescimento e as características que são encontradas com exclusividade por aqui.

O povo de nossa cidade, a quem evidentemente nos incluímos e também incluímos vocês, carregam certas peculiaridades que fazem com que uma cidade que tem por si a projeção de ser grande, uma das maiores do estado por seu crescimento e desenvolvimento popular, econômico e industrial, carrega também alguns vícios.

Esses vícios são incômodos, e para aqueles que estão no poder parece que incomoda tanto a ponto de que campanhas, medidas, ações e condutas são claramente taxadas pelos dizeres do meio social.

Desde os primórdios as condutas são formadas pela moral, que é um conjunto de valores sociais que determinam como os indivíduos devem agir e se comportar na sociedade em que estão inseridos.

Em Nova Serrana essa visão de conduta, no entanto está intimamente ligada as redes sociais. Por aqui o que se fala na internet tem obtido tanta força que fakes news são verdade e incomodam ao ponto do prefeito ir a público prestar satisfação para aqueles que o criticam sem que ao menos tenham propriedade para tais acusações.

Os boatos têm sido compartilhados como verdades e em medidas extremas e até aparentemente desesperadas a satisfação do executivo é emitida com a sua intimidade sendo exposta e questões pessoais sendo esclarecidas sem que as mesmas atribuam o merecido crédito.

Veja por exemplo, boatos de que o prefeito teria construído uma “mansão” em Pitangui são compartilhados pelos opositores como se isso fosse algum crime, no boato em questão falam que a tal casa estaria sendo construída com banheira de hidromassagem e com recursos do município.

Bom, a prefeitura não está tendo recursos para cumprir com o básico, quanto mais para uma conduta ilegal, sem falar que aqueles que conhecem a índole do prefeito, valor pelo qual ele sempre se solidifica e reforça diante de suas falas, acreditar em tais fatos é no mínimo uma perda de crédito que o colocaria em um patamar ainda não visto em Nova Serrana.

O prefeito se concentrando em seu trabalho, nos problemas administrativos da prefeitura e na solução dos mesmos, verá que gradativamente os boatos infundados que denigrem a sua imagem e de assessores não surtem efeito sobre os eleitores que acreditam e que são críticos a ponto de mensurarem o que realmente é de fato verdade.

Como em boa parte dos casos ainda não se tem nenhuma prova ou constatação de irregularidades, as ofensas e ataques partem para o campo da moral, denigrem imagem de pessoas e a guerra política chega a um patamar que coloca a idoneidade de uma mãe de família em questão.

Partindo dai temos que entender que fakes e notas maliciosas publicadas, feitas e editadas são maléficas para uma cidade que já enfrente problemas demais com os nuances administrativas.

Mas engana-se quem acredita que este editorial foi escrito para defender o grupo do prefeito.

“Pau que dá em Chico também dá em Francisco” e sendo assim, se abrirmos nossos olhos vamos perceber que veneno semelhante vem sendo trazido do outro lado, afinal, áudios expondo e criticando remunerações de servidores da câmara também são expostos querendo atacar o presidente da casa.

Caro leitor, é necessário que você e a população tenham o entendimento de que, como jornal a responsabilidade do fato está sobre nossas costas, é justamente por isso que as matérias são assinadas, porque nos responsabilizamos pelo que fazemos.

Dessa forma pedimos a vocês que tenham maturidade de compartilhar e de assumir talvez como verdade, aquilo que é repassado com no mínimo a decência de que o denunciante coloque a cara a tapa e apresente provas para o mesmo.

De forma contrária queremos lembrar que pau que dá em Chico também bate em Francisco, e a grandiosidade de nossa cidade ficará reduzida a pequenez de quem não tem peito para ganhar uma eleição de forma limpa e quer minar o trabalho político (bom ou ruim), de quem está no poder, plantando um monte de mentiras que afeta a moral de gente que não tem absolutamente nada a ver com o jogo político de nossa cidade.

Continue Lendo
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas