Conecte-se conosco

Colunistas

O botão nosso de cada dia.

Léo Junqueira

Publicados

em

Poucas pessoas percebem a importância do botão na nossa vida.

Precisamos dele pra tudo, desde fechar uma camisa até promover uma hecatombe nuclear acabando com todas as espécies vivas sobre o planeta. Os botões vieram chegando de mansinho, sem causar alardes e nem chamar a atenção e “Pahh!” Tomaram conta da nossa vida.

Você já se imaginou entrando num banco e ao procurar um caixa rápido descobrir que não tem botão para fazer a operação? E as conversas no instagran, whatsapp, Facebook, como seriam sem os botões de acesso?

Os botões estão cada vez mais sofisticados e prontos para a batalha final das novas tecnologias que querem sua extinção. O comando de voz é uma ameaça real aos botões, mas eles (os botões) ainda estão se entrincheirando naquele dispositivo indispensável, que atende pelo nome de “on/off” que está em todo lugar. Isso mesmo! Não basta a tecnologia de voz querer dominar o espaço dos botões, ele ainda continuará reinando por muito tempo. Botões são práticos, modernos, simpáticos, prestativos, funcionais e maravilhosamente úteis.

Quando ele falta numa blusa ou camisa geram tanto desconforto, que nos sentimos nus e expostos. Se faltar um botão no elevador ficamos paralisados e por aí vai. Botões são ótimos e divertidos: quem nunca saiu com os amigos disparando as campainhas dos vizinhos apertando os botões e prendendo eles com palitos ou durex?

E quanta intimidade os botões proporcionam, como aquele “aperte o oitavo, por favor”, que o levará pra casa ou ao encontro marcado nos arranha céus! É preciso compreender os botões e seu papel social. É preciso dar lugar de destaque aos vários e ousados formatos dos botões na nossa vida. O botão “vermelho” pode disparar os temidos mísseis atômicos, o botão verde libera a passagem, o amarelo chama nossa atenção. O botão preto, com certeza deve ser terrível e o branco pode até salvar vidas.

Botões estão em toda parte: em casa, no trabalho, na rua, no transporte, na oficina, no médico, nos prédios, jogos, celulares, computadores ou onde mais se possa pensar, porque neles estão as chaves que libertam. Os botões podem mudar o mundo e, eu aqui “com meus botões” penso muito no desenrolar das dúvidas e apertos, aqueles mesmo que chegam a nos deixar “com o botão na mão”.

E viva o botão, viva a liberdade contida nele, viva a segurança, o divertimento e tudo o que esta engenhosa criação nos faz, depois de milênios de existência. Que cada um tenha o seu botão de cada dia…Ou apenas um dia dedicado ao seu botão!

LEONARDO VELOSO JUNQUEIRA é daqueles publicitários da época romântica, quando a comunicação ainda era feita com base no talento criativo. Foi sócio fundador da Insight Comunicação durante 22 anos prestando serviços de comunicação e marketing a grandes empresas, como Pastifício Santa Amália, Riclan (fabricante do Pircóptero e drops Freegell’s), Cera Inglesa, Calçados Jacob (Kildere), Café Brasil, Balas Santa Rita entre outras grandes empresas que fizeram histórias de sucesso. Trabalhou em grandes agências de publicidade em Minas e na área política, como publicitário, assessorou as prefeituras de Uberlândia, Varginha e Divinópolis além de desenvolver e coordenar inúmeras campanhas políticas, das quais destacamos a eleição de Zaire Rezende (Uberlândia), Maurinho Teixeira (Varginha), Paulo Tadeu (Poços de Caldas), Galileu Teixeira (Divinópolis), Paulo César (Nova Serrana), Toninho André (São Gonçalo do Pará) além de vários deputados estaduais e federais. Léo Junqueira é consultor de marketing, compositor, violeiro, escritor e colunista do Jornal O Popular

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas