Após liberação do PIS muitos trabalhadores ainda não sacaram o benefício

(10/01/12 - 09:16)

Após liberação do PIS muitos trabalhadores ainda não sacaram o benefício

* Da redação
editor@opopularns.com.br
Siga em: twitter.com/opopularns
 
Em todo o país quase 2 milhões de trabalhadores ainda não sacaram abono salarial do PIS nesse exercício. De acordo com a Caixa Econômica Federal, o banco enviou 12 mil mensagens de texto informando a disponibilidade do dinheiro e até o momento o banco pagou quase 90% dos benefícios, referente ao calendário 2011. Os valores pagos já somam mais de R$ 8,4 bilhões. Todos os trabalhadores que já sacaram o benefício referente a 2011 terão novo abono caso em 2012 continuem atendendo os requisitos do programa.
 
Restam ainda 1,8 milhão de saques, que foram corrigidos de R$ 545 para R$ 622,73 desde 1º de janeiro, uma vez que o salário mínimo teve reajuste de 14,26%. Nossa reportagem entrou em contato com assessoria de comunicação da Caixa no município para saber quantos Novaserranenses tem direito ao abono, porém foi informada de que a pessoa responsável estaria em uma reunião durante todo o dia.
 
ENTENDA
O PIS tem a finalidade de promover a integração do empregado com o desenvolvimento da empresa. Por meio do cadastramento no Programa, o trabalhador recebe um número de inscrição, que possibilita a consulta e saques dos benefícios sociais administrados pela Caixa. A tabela de 2011 ainda está em vigor porque os beneficiários ainda poderão receber o PIS do ano passado até o dia 29 de junho de 2012.
 
O PIS é um abono concedido a todo trabalhador pelo Governo Federal. Todos os anos os trabalhadores recebem um salário mínimo de abono referente a esse abono. Todo trabalhador que tenha tido a carteira de trabalho assinada por no mínimo 30 dias no ano tem direito ao recebimento. Lembrando que é preciso ser cadastrado por pelo menos cinco anos no programa e ter todos os dados corretos na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).
 
CADASTRAMENTO
De acordo com informações divulgadas no site da Caixa, quem faz o cadastro do beneficiário do PIS é o empregador. Nos casos em que se verifica que o trabalhador ainda não está cadastrado no programa, o patrão deve solicitar o cadastramento logo após a admissão, em qualquer agência da Caixa.
 
Para efetuar o cadastro basta ter em mãos o formulário de cadastramento (DCT) do novo funcionário, que deverá ser preenchido em duas vias e entregue em uma das agências. O formulário está disponível na página de Como cadastrar. Após o cadastramento, o trabalhador terá em mãos o número de inscrição do PIS, que é o comprovante de que a operação foi realizada com sucesso.
 
IMPORTÂNCIA
O documento que comprova o cadastramento é o cartão com o número de inscrição no PIS. O cartão será entregue ao trabalhador pelo empregador após seu recebimento em uma Agência da Caixa Econômica. Em caso de perda do cartão, a segunda via pode ser solicitada a qualquer tempo, nas agências da Caixa, apresentando a Carteira Profissional com anotação do código do PIS, ou outro documento que identifique o titular.
 
Ainda de acordo com o site da Caixa, o cadastramento é importante pois por meio dele o trabalhador recebe o número de inscrição no PIS, que possibilitará a consulta e saques aos benefícios sociais administrados pela Caixa, caso tenha direito, como o PIS, o FGTS, o Seguro-Desemprego e o Abono salarial.

Últimas Notícias

22/04 - 19:37
HOJE COMEMORA-SE O DIA DA TERRA 2014
22/04 - 18:36
LIRA SÃO SEBASTIÃO PREPARA BAILE EM HOMENAGEM ÀS MÃES
22/04 - 18:13
POLÍCIA CIVIL RECUPERA 90% DAS ARMAS ROUBADAS EM RIBEIRÃO DAS NEVES
22/04 - 16:53
PSDB OFICIALIZA NOME DE AÉCIO NEVES PARA DISPUTAR O PLANALTO
22/04 - 14:42
PAIS SÃO PRINCIPAIS RESPONSÁVEIS POR VIOLAÇÕES AOS DIREITOS DA CRIANÇA
Flash Media