NA MIRA DA JUSTIÇA

(01/07/11 - 07:33)

NA MIRA DA JUSTIÇA

* Jonathas Wagner
jonathas@opopularns.com.br
Siga em: twitter.com/opopularns
 
No final da manhã de quarta-feira começaram a surgir as primeiras notícias de que o prefeito da vizinha Bom Despacho, Haroldo Queiroz, havia sido detido após várias denúncias do Ministério Público. Tratando de questões como improbidade administrativa e enriquecimento ilícito, uma primeira nota foi veiculada por um jornal televisivo regional.
 
Já na noite de quarta-feira os primeiros informativos disponibilizados na Internet, que antecedem as versões impressas do Tempo, Estado de Minas e Super Notícias, começavam a repercutir a notícia, mas em alguns com desdobramentos, afirmando que Nova Serrana também estaria sendo alvo das investigações.
 
Segundo as informações veiculadas nos jornais eletrônicos, "o Ministério Público de Minas Gerais, por meio da Promotoria de Justiça de Bom Despacho e do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça e Defesa da Ordem Econômica e Tributária (Caoet) realizou, nesta quarta-feira (29), a Operação Cosa Nostra, para o cumprimento de oito mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Bom Despacho, em residências e em um estabelecimento comercial. A operação aconteceu também em Nova Serrana e Belo Horizonte".
 
A nota, veiculada em primeira hora no jornal O Tempo, traz a informação de que "18 sacos com documentos e doze computadores foram apreendidos em Bom Despacho.  Em Nova Serrana, foi apreendido um saco com documentos. Em Belo Horizonte, apenas um local foi vistoriado e não houve apreensões".
 
Mais tarde, o Estado de Minas, com o título de título de "MP apura suspeita de enriquecimento ilícito do prefeito de Bom Despacho", assinada por Patrícia Scofield, Evandro Araújo (da TV Alterosa) e por Simone Lima, diz que o "prefeito do município de Bom Despacho, no Centro-Oeste de Minas, Haroldo de Souza Queiroz (PDT), se defendeu, nesta quarta-feira, das acusações de suposto enriquecimento ilegal, sob investigação pelo Ministério Público de Minas Gerais (MP). Operação realizada nesta manhã pelo MP, por meio da Promotoria de Justiça de Bom Despacho e do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa da Ordem Econômica e Tributária (Caoet), cumpriu oito mandados de busca e apreensão nas cidades de Bom Despacho, Belo Horizonte e Nova Serrana".
 
E continua que "Em entrevista à reportagem, o prefeito afirmou que tem 16 anos de vida pública e nos últimos dois, vem sendo "atacado" pelo vereador Fernando Cabral (PPS), que fez a denúncia ao MP. "Em 2014, vou me candidatar a deputado e tenho a certeza de que vou ganhar, com o apoio de Bom Despacho", afirmou Queiroz.
 
E as notícias continuaram a ser veiculadas madrugada adentro. Outras publicações, além do Próprio Estado de Minas dão conta de que "Após buscas na prefeitura de Bom Despacho e na casa de Haroldo Queiroz, no Bairro Osanam, integrantes do MP e da Fiscalização da Receita Estadual apreenderam computadores e documentos".
 
Na manhã de ontem (30/07), o primeiro a veicular as notícias da noite, o jornal O Tempo, que tudo indica na primeira nota, meteu os pés pelas mãos e atribuiu irregularidades ao prefeito de Nova Serrana, Paulo Cesar, ao invés do de Bom Despacho, refez a matéria, já sem o nome do Paulo, constante a matéria inicial.

Últimas Notícias

17/04 - 08:45
SANCIONADA LEI QUE REFORÇA CONVIVÊNCIA DE FILHOS COM PAIS PRESOS
17/04 - 08:41
IPVA 2014 GERA ARRECADAÇÃO DE R$ 8 MILHÕES EM NOVA SERRANA NO PRIMEIRO TRIMESTRE
17/04 - 08:37
CÂMARA CRIA ESPAÇO PARA EVENTOS CULTURAIS
14/04 - 19:02
INSCRIÇÕES PARA O PROGRAMA BOLSA-ATLETA DE 2014 ESTÃO ABERTAS
11/04 - 08:49
INSCRIÇÕES PARA O CONCURSO DA COPASA TERMINAM NA PRÓXIMA SEMANA
Flash Media