Conecte-se conosco

Policial

Maioria dos homicídios em Nova serrana tem relação com tráfico de drogas

Publicados

em

Com 23 homicídios registrados somente em 2018, comando da PM em Nova Serrana pondera que maioria dos crimes tem relação direta com o tráfico de drogas o que torna mais difícil o trabalho de prevenção das forças de segurança públicas

O mês de setembro iniciou com uma onda de homicídios em Nova Serrana. E apenas nove dias a cidade contabilizou cinco mortes violentas, o que colocou a cidade com 23 registros de assassinatos ainda no mês de setembro.

Pelos dados da Polícia Militar foram 17 registros de homicídios, tendo que se levar em consideração que, conforme pontuou o comandante do 60º Batalhão da Polícia Militar de Nova Serrana, cinco mortes aconteceram após o fechamento do Boletim de Ocorrência, o que torna evidente a diferença do número de casos.

Contudo a incidência ainda assim é grande, uma vez que em 2017 no mesmo período foram registrados pela PM 16 homicídios, e durante todo o ano 23 mortes.

Seguindo a base dos registros atualizados da Polícia Civil, 23 homicídios já aconteceram em 2018. Os números apontam em média houve neste ano uma morte por homicídio em nossa cidade a cada 11 dia.

A gravidade das informações levou o comando da PM em Nova Serrana a realizar uma coletiva de imprensa abordando os homicídios e outros crimes cometidos na cidade no ano de 2018.

 Dificuldade de combater crimes contra a vida

Conforme apontou o Tenente Coronel Wemerson Lino Pimenta, comandante do 60º BPM de Nova serrana, a polícia vem obtendo um resultado relevante quanto a redução de crimes contra o patrimônio, obtendo uma queda de aproximadamente 40% no ano de 2018.

Porém conforme abordou o comandante a redução de crimes contra a vida é mais complexa devido a fatores externos e sociais que contribuem para esse tipo de crime. “Temos que ter em mente que coibir um assalto e um homicídio são coisas distintas. Os crimes contra a vida tem uma série de fatores externos que contribuem para isso, questões sociais. O Crime contra a pessoa não depende somente da PM são vários fatores que deflagram os homicídios”, disse o comandante.

Diante da afirmativa Ten. Cel Wemerson Lino Pimenta pontua que a PM segue no trabalho repressivo e que muitos dos crimes ocorridos em Nova Serrana não são evitados por falta de informações. “Tendo por base esses homicídios vamos perceber que houveram ameaças ou outros indícios anteriores aos crimes que não chegam a conhecimento das forças de segurança, da polícia, e isso por terem relação com o mundo do crime essas informações não são levadas até a polícia o que dificulta a prevenção desses atentados”, ponderou o comandante.

Maior parte dos homicídios relacionados ao tráfico de drogas

Uma das formas de crime que vem sendo mais combatidas em Nova Serrana é o narcotráfico, e para o comando da PM no município, a maior parte dos homicídios ocorridos em 2018 tem relação com o tráfico de drogas.

O comandante pondera que apesar dos dados não serem exatos é possível afirmar que a maior parte absoluta dos homicídios está relacionada ao tráfico de drogas. “É possível que estes homicídios estejam relacionados a dividas com tráfico ou podemos ainda perceber essa ligação pelo fato de que a maior parte das vitimas tem ficha criminal. Pegando como base este fim de semana, um homicídio foi passional, porém os outros três estão relacionados a tráfico de drogas, contudo essas informações vêm sendo trabalhadas pela Polícia Civil que é o órgão que vem realizando um belo trabalho de investigação dos crimes ocorridos na cidade”, afirmou o Ten. Cel Wemerson Lino Pimenta.

 Perspectiva para o restante do ano

Apesar do grande número de ocorrência os crimes dessa natureza são imprevisíveis e não necessariamente seguem uma regra média. Para amparar essa perspectiva o comando apresentou dados da segurança municipal.

Conforme apresentado pelo Ten. Cel Wemerson Lino Pimenta, no mês de março de 2017 houveram homicídios em Nova Serrana, já em março de 2018 nenhum crime dessa natureza foi registrado na cidade.

O comandante finaliza afirmando que a PM segue fazendo seu trabalho e no que tiver ao alcance das forças de segurança o crime será combatido. “Temos feito um papel e buscado a redução dos índices criminais na cidade, mesmo com as limitações vamos continuar com nossos homens empenhados em promover a segurança do cidadão de bem. Mesmo entendendo que fatores externos limitam o trabalho e propiciam condições que deflagram os crimes, tudo que estiver ao nosso alcance será feito para que os índices criminais sejam reduzidos em Nova Serrana”, finalizou Ten. Cel Wemerson Lino Pimenta.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas