Conecte-se conosco

Editorial

Este resto de ano que antecede o próximo carnaval

Publicados

em

Efetivamente não tem como negar, no Brasil a crise dura apenas os dias que antecedem as festas, Natal, Dia dos Namorados, Dia das Crianças, os rodeios, carnaval extemporâneo, e é claro o maior de todos, o nosso famoso Carnaval.

A maior de todas as festas brasileiras sem dúvidas alguma, e nesta quarta-feira de cinzas, dia em que o país volta às atividades de forma parcial claro, já estamos pensando no Carnaval de 2019.

O Brasileiro sobrevive durante os meses em meio à crise, à falta de dinheiro, às contas para pagar, os problemas estruturais de falta de remédio, segurança, habitação, escolas de qualidade, falta de cultura e lazer, pensando que durante pelo menos cinco dias do próximo ano poderá extravasar e colocar toda sua frustração do lado de fora da cabeça, e pra dentro de si todas as energias positivas da alegria e da anarquia.

Bebida, música, barulho, fantasias, sexo, beijos, amor, carinho, gritos, sorrisos, abraços e dias que pelos próximos 12 meses não serão esquecidos. Contudo caro leitor, o tempo de folia já acabou.

Sim caros leitores, o tempo de folia agora hiberna, e pelos próximos 12 meses teremos que nos comprometer com a seriedade, com a economia, vamos voltar a viver a realidade cinza do Brasil e as cores e a purpurina ficarão bem guardadas para que em 2019 possamos ter mais o que festejar.

Na verdade rompantes esporádicos acontecerão, no caso de Nova Serrana em maio teremos a Festa do Trabalhador e pelo decorrer do ano teremos mais alguns dias de folia que servirão para lembrar a todos nós de que por todo o trabalho, virá um tempo de descanso, onde a alma e moral dão lugar a libertinagem e extravasam pelas ruas de onde quer que você esteja.

Agora é lembrar que teremos um ano de eleições, é lembrar que se não produzirmos não teremos o que comer, onde morar, ou como pagar as contas que esquecemos propositalmente de pagar, afinal, em 2018 o Carnaval caiu justamente na semana do pagamento, e já que os credores também estavam na folia, porque não deixarmos as contas de lado para beber e pular de alegria.

A cor cinza da quarta-feira, representa o arrependimento, representa neste feriado pagão a moral tomando nossa consciência e o caminho da razão tomando novamente seu lugar em meio a sociedade.

Mas se olharmos bem essa cor sem vida, representa ainda a constância do que é o ano do povo trabalhador, que vive meio sem graça, vive buscando alegria nas migalhas, vive comendo ovo e salsicha sonhando com o churrasco que esteve na mesa durante o carnaval.

Agora é hora de voltarmos a viver com seriedade, é hora de voltarmos a ser o trabalhador povo brasileiro, que em meio a toda corrupção e falta de condições sociais que enfrentamos, conseguimos superar as adversidades e promover o crescimento do PIB. Conseguimos superar a inflação e adquirimos simples bens que nos dão um pouco mais de dignidade e em meio a tudo isso, conseguimos lembrar de que somos felizes mesmo vivendo em meio às cinzas.

A quarta-feira de arrependimento para muitos vai durar o ano inteiro, gravidez, doenças sexualmente transmissíveis, crimes, acidentes e brigas são apenas alguns dos problemas que vão atormentar a mente de alguns durante o ano de 2018.

Contudo superamos tudo isso, superamos os políticos de nosso país, superarmos a desigualdade social, superamos qualquer adversidade que é colocada em nossos caminhos.

Finalmente é hora de começarmos 2018, deixarmos a folia na memória e voltarmos a impulsionar o Brasil, afinal, a Copa vem ai, as eleições vem ai, e que neste ano a farra fique restrita no nosso famoso Carnaval, e não se estenda pela economia, pelo desemprego, pela violência, e é claro pelas urnas nesse resto de ano que antecede o próximo carnaval.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas