Conecte-se conosco

Editorial

Enquanto houver tempo, lutaremos pelo sucesso!

Publicados

em

Faltando apenas alguns segundo para o fim do jogo, a equipe da casa vence o jogo por 2 x 1 mas precisa de um terceiro gol para ir à final e garantir a classificação de sua equipe para a primeira divisão.

Como se já não tivesse muitas dificuldades, o time da casa, comete um pênalti já com o cronômetro praticamente estourado. O time visitante tem a oportunidade de vencer o titulo, e em um chute consolidar sua conquista.

Caso a bola saia para a linha de fundo o jogo acaba, e a vitória por um gol de diferença não garante a classificação. Nesse cenário percebemos que resta muito pouco de esperança para aqueles torcedores e atletas do time mandante, as possibilidades são mínimas.

Para o jogador adversário basta chutar a bola para fora, que a classificação será sua, e por incrível que parece esse era para muitos o desejo diante desse contexto.

A tensão toma a todos, o craque corre para a cobrança, tenta a conversão do pênalti que é defendido pelo goleiro que faz ainda um milagre ao defender o rebote da cobrança, e em um contra ataque que demora segundos, o time da casa consegue o seu gol.

Em apenas um lance, toda a história é mudada, do desespero à euforia de uma torcida que invade o campo comemorando seu triunfo.

Essa narrativa foi fiel ao fato ocorrido na segunda divisão do campeonato inglês no ano de 2013, e com ela muitas lições são encontradas e podemos levá-las pela vida afora.

O esporte é uma fábrica de esperança, uma fábrica de ensinamentos, que nesse caso nos mostra que nossa fome pela vitória, pelo crédito, nossa ganância pela fama pode fazer com que tenhamos decepções, com que tenhamos fracassos que momentaneamente parecem ser irreversíveis.

Quando olhamos para nossa cidade, quando percebemos os rumos que as coisas estão tomando, quando olhamos para nossas vidas e sentimos que o jogo esta perdido, uma única decisão, uma única mudança de postura pode fazer com que nossa história se torne diferente.

Nas urnas nós tomamos uma decisão em que passamos a arcar com as consequências delas durante pelo menos quatro anos. Na vida tomamos decisões que impactam diretamente em nós durante tempo inestimado, mas se tem uma coisa que o esporte nos mostra é que o jogo nunca chega ao fim antes do apito final.

Quando pensamos que as coisas não tem solução, que estamos fadados à derrota, que estamos sem opções para mudar nossa realidade, tudo pode ser mudado.

Em Candido ou Otimismo, Voltaire reforça que esse é o melhor de todas as nossas possibilidades, e aqui caro leitor, afirmamos que se encararmos assim a vida teremos condição de virar o jogo no último segundo e colheremos realmente conquistas significativas.

Muitos nos falaram que estaríamos fadados ao fracasso quando determinamos que seriamos diários, muitos afirmaram que quebraríamos, que teríamos dificuldade de nos manter como um veículo de comunicação isento.

Muitos afirmavam que nossa história estava determinada em sermos apenas um folhetim semanal, construído por colunas sociais e matérias sem conteúdo. Mas levantamos nossa cabeça e entendemos que nada disso pode ser determinado por ninguém a não ser por nós mesmos.

Estamos a 12 anos no mercado, somos O Popular e aprendemos com o esporte que enquanto realmente o fim não chega, podemos dar a volta por cima e conquistar lugares ainda mais altos.

Recentemente lançamos nosso PORTAL DE NOTÍCIAS, um veículo que para muitos não tem aqui em nossa cidade um valor significativo diante dos portais da região. Mas se o esporte nos ensina algo é que temos que sonhar!

Somos O Popular, aprendemos com a vida que sonhar e realizar é questão de querer, e se você duvida disso, convidamos você caro leitor, para acompanhar o desenvolvimento dessa nova etapa de nossa história, e em breve aplaudirá o fato de que o principal jornal de Nova Serrana também será protagonista como um dos maiores portais de notícia de Minas Gerais.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas