Conecte-se conosco

Colunistas

Emagrecimento Pós-Parto

Mariele Lacerda

Publicados

em

A gravidez é um alívio em termos de dieta para muitas mulheres. É um dos únicos momentos da vida em que elas têm motivos de sobra para ganhar peso – que maravilha!

Muitas mulheres aderem a uma dieta saudável para nutrir o bebê. Outras, porém, acham que esta é a época de se fartar, afinal, depois que o bebê nascer, você pode perder todo peso que adquiriu, certo? A gravidez é a oportunidade perfeita para adotar a postura de “faça agora, pague depois”.

Mas o peso adquirido durante a gravidez é uma faca de dois gumes. Depois que o bebê nasce, há uma tremenda pressão social para perder os quilos que você ganhou durante a gestação, e rápido. Quem nunca ouviu comentários do tipo “Emagreci tudo que ganhei antes de sair da maternidade”. Se você está combatendo o excesso de peso, afirmações como essa acrescentam mais pressão à dieta e instigam a competitividade. E, se você engordou mais do que deveria durante a gravidez, a pressão é ainda maior.

Mesmo a mulher mais magra e esbelta se choca com as mudanças físicas que a gravidez e parto proporcionam. Logo após o nascimento do bebe, os músculos do estômago ficam soltos e flácidos, os seios incham e corpo se torna mais rechonchudos, especialmente as coxas e os quadris. Esse enchimento extra é cortesia da biologia; ele ajuda a nutrir o bebê durante a gestação e o aleitamento. Alem disso, pesquisas mostram que as mulheres desenvolvem células de gordura adicionais no ultimo trimestre da gravidez. Essas células de gordura diminuem com o emagrecimento e atividade física, mas infelizmente não desaparecem por completo, por isso, muitas mulheres têm dificuldades para voltar à velha forma depois da gravidez.

Isso não significa que você está fadada a viver com o peso extra que ganhou durante a gravidez. Mesmo que seu corpo tenha se modificado depois do parto, você ainda pode emagrecer, ficar em forma e se sentir ótima.

Eis algumas dicas para manter em mente:
Converse com seu obstetra ou ginecologista sobre a volta aos exercícios físicos. Pergunte qual o mais indicado pra você nesse momento.

Procure um nutricionista, para elaborar um plano alimentar condizente com esse período da sua vida, não faça dieta por conta própria ou dieta restritiva. Esse é um momento delicado, você pode estar amamentando, e a amamentação exige nutrientes específicos tanto para mãe quanto para o bebê. Deve ser analisado se há alguma carência nutricional. A alimentação principalmente nesse período deve ser muito bem elaborada e segura.

Não se desespere com o emagrecimento. Foram necessários nove meses para ganhar peso. Portanto não espere perder em poucas semanas. Estabeleça uma meta razoável, real, condizente com a maternidade.

Se você se alimentou de forma saudável durante a gestação, parabéns! Continue a controlar as porções ou faça pequenas refeições várias vezes ao dia para manter sua energia!

MARIELE LACERDA é nutricionista, Pós Graduada em Nutrição Clinica, Funcional e Fitoterápicos. Sócia proprietária do Espaço ReAl.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas