Conecte-se conosco

Colunistas

“ – Diz que gosta de Nova Serrana, mas….”

Léo Junqueira

Publicados

em

Como é do conhecimento de todos e amplamente divulgado pela imprensa e órgãos governamentais, Nova Serrana apresentou nos últimos anos um crescimento de proporções impressionantes. Além do crescimento da industria e do comércio, houve também um aumento substancial da população, que hoje supera a casa dos 95 mil habitantes, gente que veio de todos os cantos do país e reforçam o apelo de um município em ebulição, em constante movimento criando um contraste fortíssimo pela sua importância no cenário econômico nacional. Até aqui tudo bem, porque podemos ter orgulho de atrair as pessoas pela capacidade de geração de emprego e renda.

Pois bem. Quando isto acontece é importante que o poder público entenda, que as pessoas precisam estar de bem com a cidade, é fazer parte de sua história e mais do que isso: é fazer cada dia melhor que o outro.

Aparentemente, a falta de consciência da atual gestão municipal não entendeu, que não pode desprezar o envolvimento do cidadão como parte integrante e co-responsável pelo desenvolvimento da cidade que lhe acolheu e lhe proporciona condições de evolução profissional e econômica.

Parece que existe uma grande lacuna entre nossos administradores e a população, que não encontra nas ações da prefeitura as condições para interagir, seja pelas expectativas ou necessidades para melhorar a qualidade de vida. Por outro lado a prefeitura se sente dona da verdade para determinar ações sem benefícios ou efeito positivo algum.

Por esta razão, venho cobrando um plano de ações para Nova Serrana, um trabalho sério que envolva todos os setores da administração pública da cidade. Podemos dizer que outros governos tiveram iniciativa e planejaram suas ações com resultados que agradaram ou deixaram a desejar, mas fizeram um planejamento.

Pois muito bem, caros leitores, é isto que faz a diferença entre a modernidade de uma administração e outras que se prendem apenas no objetivo eleitoreiro de curto prazo repetindo erros sem justificativas. Uma diferença que afeta a vida de todos, porque um bom plano contempla a potencialidade da cidade, (como é a força de Nova Serrana no setor produtivo de calçados), mas vai além: apresenta as reais perspectivas de crescimento, de melhoria da qualidade de vida e da criação de raízes para a construção de uma história que é motivo de orgulho para todos que escolheram Nova Serrana como sua casa.

Será que é tão complicado cobrar responsabilidades da COPASA para não deixar faltar água por tanto tempo em tantos bairros? Será que é tão difícil brigar com a CEMIG para evitar aumentos no custo da energia consumida pelas indústrias e que afetará diretamente a competitividade da produção industrial? Tapar buracos nas ruas resolve o problema da má pavimentação?

A cada ameaça de chuva é um “Deus nos acuda”, porque é previsível que carros vão quebrar, prejuízos serão gerados, o caos no trânsito vai se estabelecer entre outros problemas.

Na recente brincadeira nas redes sociais do “ diz que é de Nova Serrana, mas…” aparece uma boa afirmação: “diz que é de Nova Serrana, mas não viu a cidade sem buracos. Diz que é de Nova Serrana, mas não viu a população sorrindo e tranquila. Diz que é de Nova Serrana, mas acredita no trabalho da prefeitura”.

Quem sabe ainda poderemos dizer que somos de Nova serrana, porque temos orgulho de receber bons serviços? Quem sabe ainda diremos que somos de Nova Serrana, a cidade que cresce com organização, respeito ao cidadão e confiança em dias melhores?

O jornal O Popular completará 12 anos neste mês mostrando como a cidade cresceu e como vivemos hoje. Aos políticos que pretendem conquistar um espaço na vida da cidade vai o meu recado: que vocês possam um dia dizer que “são de Nova Serrana”, porque verdadeiramente participaram da luta para fazer de nossa cidade um local de muita alegria e tranquilidade… Sem mentiras!

LEONARDO VELOSO JUNQUEIRA é daqueles publicitários da época romântica, quando a comunicação ainda era feita com base no talento criativo. Foi sócio fundador da Insight Comunicação durante 22 anos prestando serviços de comunicação e marketing a grandes empresas, como Pastifício Santa Amália, Riclan (fabricante do Pircóptero e drops Freegell’s), Cera Inglesa, Calçados Jacob (Kildere), Café Brasil, Balas Santa Rita entre outras grandes empresas que fizeram histórias de sucesso. Trabalhou em grandes agências de publicidade em Minas e na área política, como publicitário, assessorou as prefeituras de Uberlândia, Varginha e Divinópolis além de desenvolver e coordenar inúmeras campanhas políticas, das quais destacamos a eleição de Zaire Rezende (Uberlândia), Maurinho Teixeira (Varginha), Paulo Tadeu (Poços de Caldas), Galileu Teixeira (Divinópolis), Paulo César (Nova Serrana), Toninho André (São Gonçalo do Pará) além de vários deputados estaduais e federais. Léo Junqueira é consultor de marketing, compositor, violeiro, escritor e colunista do Jornal O Popular

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas