Conecte-se conosco

Geral

Diante de risco de epidemia fumacê passa a ser utilizado em Nova Serrana

Publicados

em

Relatório da SES acende o sinal de alerta do município com mais de 200 casos notificados é a pior cidade da região quanto a proliferação da dengue

Diante dos altos índices de casos de dengue que tem sido registrado em Nova Serrana e no centro-oeste mineiro de forma geral, a Secretaria Municipal de Saúde realizará na cidade a partir desta quinta-feira, dia 22 de março a aplicação do UBV veicular, conhecido como carro fumacê.

De acordo com divulgação da prefeitura o fumacê percorrerá as ruas dos bairros com maior incidência de focos do mosquito da Dengue. O veículo começou o percurso, a partir das 6h.

A aplicação do veneno contra o mosquito Aedes Aegypti será aplicado na cidade de forma constante até o dia 11 de abril, data que o equipamento, cedido pelo Governo de Minas, ficará disponível para utilização pela prefeitura de Nova Serrana.

Segundo o setor de comunicação, a prefeitura busca ainda  junto ao Governo de Minas ampliar o número de bairros para receber o veículo. Uma vez que a aplicação não percorrerá todo o município.

Aplicação

É importante ainda ressaltar que o Setor de Endemias orienta a população a abrir as janelas das residências para que o inseticida possa adentrar o interior das casas e eliminar as larvas.

Ainda quanto a aplicação do fumacê, a secretaria afirma que o inseticida Malathion, usado no veículo, não oferece riscos à saúde humana, contudo, animais pequenos como pássaros precisam ser protegidos em local fechado, pois podem ser atingidos com o veneno.

Locais atendidos

De acordo com o cronograma de aplicação do fumacê no município, nesta primeira etapa, o UBV veicular percorrerá mais de 620 quadras em cinco ciclos.

Segundo a programação da Secretaria de Saúde, os primeiros bairros que receberão o fumacê são: Planalto, Frei Ambrósio, Esplanada, Mariana Martins, Novo Horizonte, Veredas da Serra, Jeferson Batista, Dom Bosco, Romeu Duarte, Bela Vista, Morada do Sol, São Geraldo e Cidade Nova.

Cidade sobre risco de epidemia de dengue

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a situação da dengue no Centro-Oeste Mineiro é preocupante. Segundo o relatório divulgado nesta terça-feira, dia 20 de marços, a região já contabiliza mais de 500 casos de notificação da doença.

Ainda segundo o boletim epidemiológico divulgado pela (SES), Nova Serrana é hoje a cidade com o maior número de casos. O relatório aponta que até esta terça-feira, foram notificados 201 casos suspeitos da doença.

Nova Serrana hoje tem quase 500% mais registros de casos suspeitos de dengue do que a cidade de Divinópolis que é populacional a maior da região com mais do que o dobro de moradores quando comparados com Nova Serrana.

Entre os municípios com mais de 90 mil habitantes a cidade está à frente de Pará de Minas, que segundo o relatório conta com 48 casos suspeitos notificados, Divinópolis, com 30 casos suspeitos registrados, e Itaúna que registrou até o momento apenas 5 casos suspeitos de dengue.

Vale ressaltar ainda que a cidade registrou nas ultimas semanas os primeiros casos suspeitos de Zika Virus e Febre chicungunha, doenças que até o penúltimo relatório da Secretaria de Estado de Saúde (SES) não haviam sido encontrados no município, e são transmitidas justamente pelo mesmo mosquito que é responsável pela transmissão da dengue e da febre amarela.

  • Foto: ilustração

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas