Conecte-se conosco

Economia

Couromoda reflete otimismo da recuperação na economia

Publicados

em

A 45ª edição da Couromoda, feira calçadista que lançou mais de duas mil coleções de calçados e acessórios para a temporada de outono-inverno nos pavilhões do Expo Center Norte, em São Paulo/SP, entre 15 e 18 de janeiro, refletiu o otimismo de uma retomada da economia brasileira. Com uma demanda interna crescente, a mostra paulista foi a melhor dos últimos quatro anos, conforme a promotora do evento.

O presidente-executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein, destaca que o crescimento na produção de calçados registrada ao longo de 2017, na casa de 3%, impulsionada pela retomada da demanda doméstica e pelas exportações de calçados, refletiu positivamente na feira paulista. “A movimentação nesses quatro dias foi superior a do ano passado, com negócios efetivados, o que aponta para um ano de retomada do setor”, avalia o executivo.

Já o diretor geral da feira, Jeferson Santos, ressalta a visitação de importantes compradores brasileiros e da América Latina. “Tivemos um incremento entre 8% e 10% na visitação de lojistas, o que é muito relevante e já pode indicar um ano mais positivo para o setor”, comenta. Segundo ele, foram mais de dois mil compradores internacionais, a maior parte deles da América Latina, que fecharam negócios mesmo com o calçado brasileiro tendo um preço mais elevado em função da oscilação cambial.

O presidente da Bibi, Marlin Kohlrausch, destaca que a feira foi “muito superior a do ano passado”, com lojistas mais otimistas para o ano, o que gerou uma maior ordem de pedidos no estande. “Acreditamos na recuperação da economia ao longo de 2018, com um crescimento do PIB entre 3% e 4%, incremento que deve vir, sobretudo, pelo aumento progressivo do consumo”, projeta o empresário. A Bibi, que tem uma produção anual de 2,6 milhões de pares, dos quais 20% são exportados principalmente para a América Latina e Ásia, tem a projeção de crescer entre 10% e 12% em 2018.

Micro e pequenas empresas se destacam

Santos aponta também para a presença maciça de micro e pequenas empresas de calçados, que representaram quase 40% do total de expositores. “Isso demonstra bem a importância do trabalho das entidades do setor e especialmente do Sebrae”, avalia. Para o dirigente, o sucesso da Couromoda 2018 deve ser dividido entre todo os agentes envolvidos, especialmente as empresas, que estão sabendo se adaptar à nova realidade do mercado, com um novo posicionamento de marca impulsionada pelas mudanças no comportamento de consumo. “As empresas que estão fazendo essa lição de casa estão colhendo sucesso. Essa foi a melhor Couromoda dos últimos quatro anos, pois além dos negócios gerados mostrou o aperfeiçoamento dos expositores, cada vez mais adaptados e inovadores em busca de um consumidor mais consciente”, acrescenta Santos, que, embora sem números consolidados, aponta para uma visitação de cerca de 30 mil pessoas ao longo dos quatro dias de evento. “Mais de 60% do espaço expositivo também já foi renovado para a próxima edição”, conclui.

A Invoice é uma das pequenas empresas que tiveram na Couromoda uma mola propulsora de crescimento. Nascida – com a marca Invoice – em 2012, desde 2013 a empresa participa da feira paulista. “Até 2015 participamos em estande coletivo e a partir de lá, pelo aumento das necessidades de atendimento aos clientes, passamos a ter estande próprio”, conta o gerente comercial da empresa, Aderson Lara. Embora tendo registrado uma visitação menor do que a do que ano passado, Lara ressalta que os compradores estavam focados no fechamento de pedidos. “Quem veio, veio para comprar”, avalia. Com uma capacidade produtiva de 2,5 mil pares diários, a Invoice tem uma expectativa de crescer 8% ao longo de 2018, aumentando a fatia de exportação dos atuais 10% para 15%.

Abicalçados na mostra

A Abicalçados, como de praxe, participou da Couromoda com ações de promoção comercial e de imagem, além de indicar palestrantes para o Fórum Couromoda. No primeiro, o Projeto Comprador Vip trouxe compradores do Calzado Sibony e da JCT Empresarial, ambos da Colômbia. “Os compradores destacaram o desenho original, o conforto e o conceito de marca dos calçados brasileiros”, avalia a analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Paola Pontin.

Além do projeto com importadores, a Abicalçados promoveu o Projeto Imagem, que nesta edição trouxe para a mostra 11 jornalistas estrangeiros de alguns do principais veículos segmentados do mundo. Circularam pela mostra, profissionais da CueroAmerica e Serma, da Argentina; Style America, ADN e Publimetro, da Colômbia; Global Fashion, da Espanha;  Chausser, da França; Moda Pelle e Edizioni AF, da Itália;  Fashion Trend, da China; e Sourcing Journal, dos Estados Unidos. “Nos próximos meses, os jornalistas publicarão artigos e reportagens sobre o calçado brasileiro, promovendo o nosso produto além-fronteiras”, comenta a coordenadora de Promoção de Imagem da Abicalçados, Alice Rodrigues.

Ambos os projetos foram viabilizados no âmbito do Brazilian Footwear, programa de apoio às exportações de calçados mantido pela Abicalçados em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

A próxima Couromoda ocorre entre os dias 14 e 17 de janeiro, também no Expo Center Norte, em São Paulo/SP.

 

 

 

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas