Conecte-se conosco

Saúde

Centro-Oeste infestado com a dengue

Publicados

em

Segundo SES, região é a mais afetada de Minas Gerais com 500 casos notificados; casos de febre chikungunya e zika vírus também são notificados

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a situação da dengue no Centro-Oeste Mineiro é preocupante. Segundo o relatório divulgado nesta terça-feira, dia 20 de marços, a região já contabiliza mais de 500 casos de notificação da doença.

Ainda segundo o boletim epidemiológico divulgado pela (SES), Nova Serrana é hoje a cidade com o maior número de casos. O relatório aponta que até esta terça-feira, foram notificados 201 casos suspeitos da doença.

Na região Nova Serrana é seguida por Moema, com 71 casos notificados, Estrela do Indaiá, com 49 ocorrências, Divinópolis com 34 registros e Formiga 22 casos suspeitos.

Chicungunha e zika vírus também são notificados na região

Outro importante dado informado no relatório é relacionado a notificação de casos de febre chicungunya e do zika vírus, doenças também transmitidas pelo Aedes Aegypti, que até então não tinham sido registrados nenhum caso na região em 2018.

O boletim aponta que há oito casos prováveis de febre chikungunya sendo notificados nas cidades de Araújos, Divinópolis, Dores do Indaiá, Iguatama, Maravilhas e São Gonçalo do Pará com um registro de febre chikungunya cada uma. Já em Pompéu, há duas suspeitas sendo investigadas.

Quanto ao zika vírus os registros apontam prováveis casos nas cidades de Araújos, Nova Serrana, Piumhi e Pompéu têm uma ocorrência cada, e ainda em Divinópolis existe a suspeita de mais dois casos.

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas