Conecte-se conosco

Atualidade

Atenção pais: Criança morre após fazer desafio do desodorante

Publicados

em

Pais devem ficar alertas para a nova mania

No último sábado, uma criança de 07 anos morreu na cidade de São Bernardo dos Campos, em São Paulo após participar de um desafio e aspirar desodorante aerossol.

A morte de Adrielly Gonçalves, é mais um alerta para os pais sobre os perigos desses jogos. Segundo a família, a menina fez o “desafio do desodorante” depois de ver um vídeo online. Ela desmaiou e acabou tendo uma parada cardíaca.

O que é o desafio

A “tarefa” consiste em aplicar o desodorante na boca e mantê-la fechada pelo máximo de tempo possível. Muito abalada, a família de Adrielly está usando as redes sociais para alertar sobre os riscos desse tipo de competição na internet.

De acordo com os familiares, a criança estava na casa de uma vizinha enquanto a mãe trabalhava e aspirou o produto quando estava sozinha dentro de um quarto. Segundo a Prefeitura de São Bernardo do Campo, ela chegou à unidade de saúde com parada cardiorrespiratória.

Atenção com a internet

O fácil acesso a informações e desafios desse tipo são um sinal de alerta para os pais. Ao realizar uma simples pesquisa na internet vários vídeos que ensinam como aspirar o desodorante e permanecer o maior tempo possível sem soltar a substância são encontrados. As imagens mostram crianças, adolescentes e até adultos aderindo à moda.

Nos últimos anos, vários desafios na web vêm ganhando adeptos, apesar dos riscos. O jogo da Baleia Azul propõe 50 “tarefas” – entre elas, a automutilação desenhando baleias no corpo – e tem como etapa final o suicídio. O da asfixia orienta que o jovem seja asfixiado até desmaiar. O objetivo do desafio da canela é engolir uma colher de sopa do condimento e aguentar pelo menos um minuto sem beber água.

Visão do profissional

Segundo a psicóloga Lolete Ribeiro, conselheira do Conselheiro Federal de Psicologia (CFP), um dos principais motivos para o sucesso desses desafios entre os jovens é a facilidade de acesso a esse tipo de material. “Modas na infância sempre existiram porque essa é uma fase de curiosidade. A criança quer saber tudo e colocar o que foi aprendido em prática. Antes, ela ficava limitada a poucos grupos sociais, aos quais os pais tinham acesso. Mas o perigo aumentou com a internet, ampliando-se a possibilidade de interação num ambiente sem controle”, explica.

Monitoramento. “Uma criança de 7 anos precisa estar acompanhada por adultos ao acessar a internet, porque ela não tem maturidade ou discernimento sobre o perigo representado por esses desafios”, finaliza a Diretora do Instituto Psicoinfo, Luciana Nunes.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Copyright © 2018 Ineo Sistemas